i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Rede social

Twitter registra aumento de pedidos de governos por dados de usuários

Mais da metade das solicitações foi feita pelos Estados Unidos, e a maioria faz parte de investigações criminais

  • PorFolhapress
  • 01/08/2014 13:55
A empresa diz ter recebido 2.058 pedidos de 54 países diferentes nos últimos seis meses | Robert Galbraith/Reuters.
A empresa diz ter recebido 2.058 pedidos de 54 países diferentes nos últimos seis meses| Foto: Robert Galbraith/Reuters.

O Twitter registrou um aumento significativo das solicitações de dados de contas de usuários feitas por governos no primeiro semestre, de acordo com relatório de transparência divulgado pela rede social na quinta-feira (31).

A empresa diz ter recebido 2.058 pedidos de 54 países diferentes nos últimos seis meses, um aumento de cerca de 46% em relação ao segundo semestre do ano anterior.

Mais da metade das solicitações foi feita pelos Estados Unidos, fato que se repete desde que o Twitter começou a lançar o relatório em 2012, e a maioria faz parte de investigações criminais. No Brasil, foram registradas 77 solicitações.

Os pedidos das autoridades por remoção de conteúdo também cresceram, com 432 casos registrados (aumento de 14%). Oito vieram de autoridades brasileiras.

Luta por transparência

A pesquisa não inclui pedidos relacionados a temas de segurança nacional, já que o Twitter, assim como outras companhias da internet, foi proibido de revelar informações do tipo publicamente, segundo post no blog da rede social.

O site informa que se reuniu com o Departamento de Justiça dos Estados Unidos (DOJ, na sigla em inglês) no começo do ano e pediu permissão para divulgar um relatório com dados sobre o assunto, mas não obteve sucesso.

Em abril, a companhia elaborou um rascunho da pesquisa que apresentava informações relevantes sobre segurança nacional e enviou-o ao DOJ, pedindo que o órgão retornasse o documento indicando quais informações não poderiam ser publicadas, mas ainda não obteve resposta.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

Máximo 700 caracteres [0]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Termos de Uso.