Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

O conglomerado industrial americano Tyco International concordou ontem em pagar uma multa de US$ 50 milhões para encerrar um caso que vinha sendo investigado pela Securities and Exchange Commission (SEC, órgão regulador do mercado financeiro americano) sobre a empresa. A acusação era de que a Tyco teria inflado seus resultados em pelo menos US$ 1 bilhão, além de ter participado de fraude contábil.

Entre 1996 e 2002, a Tyco teria usado técnicas impróprias para inflar seus resultados financeiros. "Além de pilhar a empresa, a gerência no período [de Dennis] Kozlowski mentiu sobre os resultados financeiros da companhia", disse a diretora da equipe da SEC que investigava a Tyco, Linda Chatman Thomsen, em um comunicado. No ano passado, Kozlowski foi condenado a até 25 anos de prisão por sua participação no desvio de US$ 600 milhões da empresa. A Tyco não reconheceu nem negou as acusações. Em comunicado, o presidente e executivo-chefe da empresa, Ed Breen, disse que "temos cooperado plenamente com a SEC e estamos gratos em poder encerrar esse capítulo da nossa história".

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]