i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
CARVÃO

Vale e Aquila divergem sobre valor de fatia em Belvedere

  • PorAgência Estado
  • 04/06/2010 09:16

A mineradora Vale disse que está exercendo sua opção de adquirir a participação de 24,5% da Aquila Resources no projeto de carvão de coque Belvedere no Estado de Queensland, na Austrália, mas as duas empresas estão longe de um acordo sobre um preço justo.

A Vale está indicando como um preço justo a compra recente de uma participação do mesmo tamanho no projeto por US$ 92 milhões, mas a Aquila diz que o valor é muito baixo e cita relatórios de uma corretora que avaliam a participação em torno de 400 milhões de dólares australianos (US$ 333 milhões).

O diretor global de carvão da Vale, Décio Amaral, disse que as estimativas da corretora estavam infladas e baseadas somente na informação pública. Segundo ele, em alguns casos, as estimativas foram feitas antes da liberação dos resultados do estudo de pré-viabilidade e antes da criação do imposto sobre os superlucros das mineradoras pelo governo australiano.

A Vale elevou sua participação em Belvedere para 75,5% no dia 1º de junho, pagando US$ 92 milhões pela participação de 24,5% da AMCI Investments no projeto. Segundo Amaral, o acordo deu uma clara indicação do valor de mercado justo da participação da Aquila Resources na mina.

A Aquila discorda e afirma em um comunicado que a venda da participação da AMCI não reflete e é menor que o valor de mercado justo da sua fatia no projeto. Belvedere tem bilhões de toneladas de recursos indicados de carvão de coque duro, utilizado na produção de aço e que está sendo comercializado atualmente em torno de US$ 225 por tonelada.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.