034714

Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Economia
  3. Volvo anuncia mais R$ 250 milhões em investimentos e contratação de 300 funcionários em Curitiba

indústria

Volvo anuncia mais R$ 250 milhões em investimentos e contratação de 300 funcionários em Curitiba

Os R$ 250 milhões que serão investidos até o final de 2020 são um volume adicional ao total de R$ 1 bilhão que o Grupo Volvo já vinha investindo entre 2017 a 2019

  • Redação com Estadão Conteúdo
  • Atualizado em às
Entrada do complexo industrial da Volvo, em Curitiba, onde são produzidos caminhões, ônibus, motores, cabines e caixas de câmbio para a América Latina. | Divulgação
Entrada do complexo industrial da Volvo, em Curitiba, onde são produzidos caminhões, ônibus, motores, cabines e caixas de câmbio para a América Latina. Divulgação
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

O Grupo Volvo anunciou nesta quarta-feira (13) um pacote de ampliação de suas operações no Brasil. São mais R$ 250 milhões em investimentos até 2020 e contratação de 300 novos funcionários para a ampliação do segundo turno da produção de caminhões, aberto em fevereiro de 2018, no maior complexo industrial da marca no continente, localizado em Curitiba, onde a marca produz caminhões pesados e semipesados, ônibus rodoviários e urbanos, motores, cabines e caixas de câmbio. A empresa também tem um fábrica de equipamentos de construção em Pederneiras, interior de São Paulo.

“Nossa decisão de novos investimentos e contratações é resultado dos sinais consistentes de retomada da economia e da expectativa de um aumento de cerca de 30% no mercado total de caminhões no Brasil”, declara Wilson Lirmann, presidente do Grupo Volvo América Latina. A expectativa de crescimento vem em linha com a própria projeção para o setor.

Focada na produção de caminhões de grande porte – usados, por exemplo, nos setores de agronegócio e mineração –, a Volvo vendeu 10.642 unidades no ano passado nos segmentos classificados como pesados e semipesados, com capacidade de transportar mais de 16 toneladas de carga, um aumento de 79% em relação a 2017. O mercado total desses produtos cresceu 63%, somando 52,6 mil unidades. Assim, a Volvo encerrou 2018 entre os líderes no Brasil e na América Latina no segmento de caminhões pesados.

Um dos destaques da marca foi mais uma vez o excelente desempenho do modelo FH 540cv 6x4, que, com 4.114 unidades emplacadas no Brasil em 2018, tornou-se o caminhão mais vendido em todos os segmentos.

Para este ano, o mercado deve chegar a cerca de 68 mil caminhões de todas as marcas, por isso a expectativa de crescimento de 30% da Volvo, que pretende acompanhar essa ampliação do mercado.

+LEIA TAMBÉM: Mercedes vende 121 ônibus no quintal da Volvo e comemora crescimento de dois dígitos no país

Os R$ 250 milhões que serão investidos até o final de 2020 são um volume adicional ao total de R$ 1 bilhão que o Grupo Volvo já vinha investindo entre 2017 a 2019. “São novos recursos para todos os negócios da marca no Brasil: caminhões, ônibus, equipamentos de construção e motores marítimos e industriais, na pesquisa e desenvolvimento de novos produtos e serviços”, explica o presidente.

É no complexo em Curitiba, que a empresa desenvolveu o primeiro caminhão autônomo do mundo, o VM autônomo. O primeiro lote de sete caminhões foi vendido para o grupo Usaçucar, de Maringá, donos da Usina Santa Teresinha, onde o protótipo do caminhão vinha sendo testado desde maio de 2017.

No setor de ônibus, a Volvo também aumento na quantidade de entregas, incluindo os modelos articulados, biarticulados e rodoviários de alta potência. Considerando apenas os chassis pesados, segmento onde a marca se destaca, foram 300 veículos emplacados no Brasil, um crescimento de 114% em relação ao ano anterior. 

De forma geral, a empresa também teve resultados relevantes na América latina, como venda de 700 ônibus a Bogotá, no maior negócio da década de veículos tipo BRT. Ao todo, foram licenciados 908 ônibus da marca no continente, número praticamente estável em relação ao ano passado.

Braço financeiro do Grupo Volvo, a Volvo Financial Services também apresentou um bom resultado em 2018, registrando um crescimento de 83% na carteira de financiamentos. O Banco Volvo manteve sua excelente posição de ser o principal responsável pelo financiamento dos clientes no país, com uma participação de cerca de 40% das vendas em 2018.

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE