i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Aedes aegypti

Zika não causará grande impacto econômico na America Latina, dizem especialistas

Capital Economics diz que o vírus não deve ser empecilho para o crescimento econômico em 2016

    • Estadão Conteúdo
    • 09/02/2016 18:42
    Cerca de 1,5 milhão de pessoas podem estar infectadas no Brasil. | NELSON ALMEIDA/AFP
    Cerca de 1,5 milhão de pessoas podem estar infectadas no Brasil.| Foto: NELSON ALMEIDA/AFP

    Enquanto o Zika vírus é uma importante questão de saúde pública, a Capital Economics diz que sua propagação na América Latina não tem um grande impacto econômico na região.

    Em outras palavras, a companhia diz que o vírus não deve ser um grande empecilho para o crescimento econômico em 2016.

    Geralmente, o vírus causa sintomas leves nas pessoas infectadas, mas tem sido associado ao nascimento de bebês com microcefalia e a uma rara doença neurológica.

    Cerca de 1,5 milhão de pessoas podem estar infectadas no Brasil, enquanto suspeita-se que milhares de outras pessoas estão com o Zika na Colômbia e na Venezuela.

    Deixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.