Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Victor Godoy Veiga, secretário-executivo do MEC, assume o cargo de ministro de forma interina
Victor Godoy Veiga, secretário-executivo do MEC, assume o cargo de ministro de forma interina| Foto: Divulgação / CGU

O secretário-executivo do Ministério da Educação, Victor Godoy Veiga, foi escolhido pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) para comandar o MEC de forma interina. A nomeação do substituto de Milton Ribeiro, ainda que de forma temporária, foi publicada na edição do Diário Oficial da União desta quarta-feira (30).

>> Faça parte do canal de Vida e Cidadania no Telegram

Godoy Veiga já assina uma série de portarias na edição do Diário Oficial desta quarta-feira - todas com a indicação de que se trata do ministro da Educação substituto. Entre elas, há exonerações no MEC, reversões de aposentadoria, bem como dispensas e nomeações para exercer a função de substituto eventual do cargo de secretário da pasta.

Ribeiro entregou o cargo e foi exonerado na segunda-feira (28). A saída no MEC ocorreu depois das denúncias de que haveria tráfico de influência e suposta facilitação para liberar recursos a prefeitos por intermédio de pastores.

Victor Godoy Veiga é servidor de carreira da Controladoria-Geral da União (CGU) desde 2004. Ele chegou ao MEC em julho de 2020, quando foi convidado para assumir o cargo de secretário-executivo - o segundo mais importante da estrutura da pasta, atrás apenas do posto de ministro.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]