A três dias do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), os candidatos que não estiveram atentos aos noticiários ao longo do ano não têm muito o que fazer para se preparar para as questões que cobram atualidades. Aqueles que se informaram podem tentar relembrar os pontos mais importantes.

Para a coordenadora do Objetivo, Vera Lúcia Antunes, um dos assuntos que não podem ficar de fora é a questão ambiental. "Em termos de atualidades, meio ambiente é sempre muito explorado no Enem. E neste ano teve terremoto, tsunami, desabamentos e derramamento de petróleo no Golfo do México."

O professor Miguel Castro, diretor editorial do Sistema COC de Ensino, também aposta nos problemas ambientais que foram manchete. Ele acredita ainda que a Lei da Ficha Limpa e temas relacionados à violência urbana e exclusão social têm chances de serem abordados.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacio­nais (Inep) não informa quando foi concluída a prova, mas, de acordo com Vera, as questões devem ser fechadas com antecedência e temas recentes como eleições não têm tantas chances de serem abordados.

Adilson Garcia, diretor do Vértice – escola líder no último Enem – aposta em assuntos relacionados ao Oriente Médio e a Hugo Chávez. "É importante que os candidatos saibam sobre os conflitos entre Israel e Palestina e sobre Hamas e Fatah", diz. "Quanto a Chávez, devem entender um pouco da influência dele na América Latina."

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]