Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 | Daniel Castellano/Gazeta do Povo
| Foto: Daniel Castellano/Gazeta do Povo

Quer divulgar a ciência ?

Em 2012, na condição de representante do site Ciência Curiosa, Conceição mediou um bate-papo com cientistas realizado nas Livrarias Curitiba. Foi um evento de divulgação científica, totalmente voluntário, que tentou tornar o assunto um pouco mais popular para o público geral. Conceição pretende repetir a dose, mas tem sofrido para conciliar a agenda de pesquisadores e conseguir um espaço adequado para o evento. Ele deixa seu contato à disposição de possíveis colaboradores e instituições que se interessem em firmar parcerias, em nome da popularização da ciência: sam.adam@cienciacuriosa.com.br

  • Os vídeos de experiências científicas direcionados a alunos de educação básica são a principal atração do Ciência Curiosa

O biólogo Sam Adam Hoffmann Conceição, 24 anos, sempre se incomodou com a falta de experiências práticas nas aulas de ciências da escola pública. Apaixonado pela divulgação científica, ele resolveu dar sua contribuição para amenizar o problema e criou, em 2010, o site Ciência Curiosa, um portal de divulgação científica que agrupa vídeos de experiências filmadas, produzidos especialmente para uso em aulas de educação básica.

O site dispõe de um acervo com 162 vídeos, todos disponíveis gratuitamente no canal do Ciência Curiosa, no YouTube. A conta possui 4,7 mil assinantes e quase 972 mil acessos. Embora os vídeos de experimentos sejam a essência do site, Conceição também grava entrevistas com cientistas e faz postagens relacionando o assunto com elementos da cultura pop.

Numa publicação recente ele mostra capas de discos famosos que trazem como imagem objetos de estudo da ciência. É o caso do clássico álbum de 1973, The Dark Side of The Moon, da banda inglesa Pink Floyd, que é ilustrado pelo fenômeno ótico da dispersão da luz branca num prisma.

"Tenho amigos professores, e muitos não fazem experimentos na escola pela falta de estrutura. Então, pensei num jeito de apresentar essas experiências aos alunos, sem a necessidade de um laboratório", explica o biólogo, que acaba de apresentar sua dissertação de mestrado em Ensino de Ciências, pela UTFPR. A iniciativa do Ciência Curiosa, naturalmente, foi o foco de seu projeto.

Fã de O Mundo de Beakman, programa de tevê da década de 90 que falava de ciências com descontração e humor, Conceição não tem dúvidas sobre o poder das experiências no entusiasmo dos estudantes que podem se tornar futuros cientistas. "É algo que impressiona a todos os públicos, desde a criança do ensino fundamental até alunos da educação de jovens e adultos", diz.

Na produção dos vídeos, a universidade é sua maior parceira. A maioria das experiências é gravada no laboratório de Física Moderna da UTFPR, com apoio e acompanhamento de professores, que comumente aparecem como entrevistados. Os alunos da graduação de Física também são colaboradores frequentes nas experiências. A edição dos vídeos e os cuidados gerais com o site, no entanto, são ações exclusivas de Conceição.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]