Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Educação
  3. Vida na Universidade
  4. Vestibular
  5. Anjo Negro - Nelson Rodrigues

UFPR

Anjo Negro - Nelson Rodrigues

  • Marcela Campos
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

O elemento que direciona todas as ações humanas nesta obra de Nelson Rodrigues é a sexualidade, apresentada sempre de forma corrompida. O sexo está o tempo todo relacionado à violência e ao desejo proibido.

Parece haver uma preocupação do autor em perturbar o leitor, utilizando o choque para trazer à tona tudo o que está velado na sociedade. Trata-se de uma tragédia com um desfecho inesperado: embora tudo induza ao fato de que Virgínia será morta pelo marido, a história termina com a morte da filha de Virgínia, tramada pela própria mãe com a ajuda de Ismael.

Escrita em 1946, Anjo Negro rompe com características até então comuns ao teatro brasileiro, como a unidade temporal (história transcorrida ao logo de apenas um dia).

GêneroLiteratura Dramática

NarradorNa literatura dramática não há um narrador, pois a história é contada em forma de diálogos.

Personagens principaisIsmael: Médico. Homem negro, inescrupuloso e violento. Profundamente recalcado em função de sua cor, diz à filha (Ana Maria) que é branco e a cega para que não perceba a realidade. Da mesma forma, há indícios de que tenha cegado o irmão de criação, branco, por uma ardilosa troca de remédios. Ismael ama o branco, mas com violência, o que fica claro pelo isolamento a que submete a mulher para que ninguém a veja. Virgínia: Mulher de Ismael, branca, vítima da violência sexual do marido. Logo no início da trama, ela deseja o noivo da prima com quem é criada e se deixa possuir por ele. Ao descobrir a traição, a prima se enforca e a tia de Virgínia, para se vingar pela morte da filha, promove o estupro da sobrinha por Ismael. Virgínia desenvolve a arte da sobrevivência por meio da sexualidade, que é o que vai salvá-la no fim da trama.Ana Maria: Filha branca de Virgínia, fruto de sua relação extraconjugal com Elias, irmão de criação de Ismael. Inexpressiva na obra, aparece apenas no terceiro ato. É enganada e abusada sexualmente por Ismael.Elias: Irmão de criação de Ismael, branco. Tudo indica que foi cegado pelo irmão.Tia (de Virgínia): Mulher vingativa, cruel e superprotetora das filhas.

TempoNão fica claro em que momento transcorre a história. Do segundo para no terceiro ato, há um hiato de aproximadamente 15 anos.

EspaçoNão há nenhuma referência à paisagem externa. Toda a história se passa no quintal, na frente e dentro da casa de Ismael.

Fonte: Ênio José Ditterich, mestre em Literatura pela UFPR

Veja uma questão elaborada pelo professor Ênio:

Sobre o livro Anjo Ne­gro e seu autor, está(ão) corre­­ta(s) a(s) seguinte(s) informa­­ção(ões):

I. Deve ser classificada como uma peça dramática em versos, tendo como base a literatura de cordel, marcada por forte regionalismo, já que o espaço é o Nordeste brasileiro.

II. Trata-se de um romance ímpar de Nelson Rodrigues, uma vez que, nele, a sexualidade e a crítica social cedem espaço ao misticismo.

III. A protagonista, Virgínia, foi marcada pela associação entre sexo, violência e morte, com experiências pessoais bastante trágicas: a entrega ao noivo da prima, a morte desta, o assassinato de Elias, o fato de haver sido violentada pelo marido e a morte de todos os filhos de Ismael.

IV. Embora tenha muito da tragédia clássica, especialmente a associação entre a paixão e as conseqüências trágicas dela oriundas, o dramaturgo quebra a unidade temporal, ou a duração de apenas um dia na vida dos protagonistas.

Está certo o que se afirmou em:

a) I e II apenas;b) II e III apenas;c) IV apenas;d) III e IV apenas;e) I, III e IV apenas.

Resposta: d)

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE