Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Multas, direitos de resposta, perda de inserções no rádio e na TV não evitaram que nesta campanha para prefeito de Curitiba, mais uma vez, as coligações recorressem a táticas não autorizadas pela justiça eleitoral para tentar alavancar seus candidatos.

Nesta edição do podcast Pequeno Expediente da Gazeta do Povo, os jornalistas Roger Pereira, Maria Eduarda Lassa e Marcos Tosi revisam alguns lances da disputa dignos de convocação do Video Assistant Referee, o famoso VAR utilizado nos campeonatos de futebol. Com a diferença que as decisões do VAR da campanha eleitoral, ainda que rápidas, podem ser revertidas com recurso a outras instâncias e nem tudo se decide definitivamente no campo de jogo. O fato é que as faltas e o jogo ríspido acontecem, queira o árbitro ou não.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]