Plenário da Assembleia Legislativa do Paraná
Plenário da Assembleia Legislativa do Paraná| Foto: Arquivo Alep

Entre os mais de dez deputados estaduais e federais que concorreram nas eleições de domingo (15) a prefeituras de cidades do Paraná, a maioria saiu derrotada nas urnas. A única que ainda tem chance de se eleger é a deputada estadual Mabel Canto (PSC), que disputará um segundo turno para a prefeitura de Ponta Grossa, contra a Professora Elizabeth (PSD), em 29 de novembro próximo. Mabel Canto é filha do ex-deputado estadual e ex-prefeito de Ponta Grossa Jocelito Canto. Já Professora Elizabeth tem o apoio do grupo do atual prefeito da cidade, Marcelo Rangel (PSD).

Receba as notícias do Paraná pelo WhatsApp

Os demais deputados estaduais e federais não conseguiram vitórias e voltam para seus mandatos na Assembleia Legislativa e na Câmara Federal. Na corrida à prefeitura de Curitiba, o deputado estadual Goura (PDT) ficou em segundo lugar na sua primeira disputa a um cargo majoritário, perdendo para Rafael Greca (DEM), reeleito com 59,74% dos votos. Goura, que fez 13,26% dos votos, fez o dobro do deputado estadual Fernando Francischini (PSL), que obteve 6,26% dos votos e ficou em terceiro lugar. Já a deputada federal Christiane Yared (PL) acabou na quinta posição, com 3,91% dos votos.

Assim como Goura, Francischini e Yared só tinham feito campanhas para cargos na proporcional. Francischini se destacou nas eleições de 2018, quando se tornou o candidato mais votado (427.627 votos) na história da Assembleia Legislativa, na esteira do bolsonarismo. Já Yared se destacou nas eleições de 2014: naquele ano, foi a mais votada (200.144 votos) para a bancada do Paraná na Câmara Federal.

Apesar da derrota à prefeitura de Curitiba, Francischini ajudou a eleger a esposa, Flávia Francischini (PSL), para a Câmara de Vereadores da capital. Ela obteve 4.540 votos, conquistando um dos 38 assentos da Casa, e deve engrossar a oposição a Rafael Greca a partir de 2021.

Na corrida à prefeitura de Londrina, três saíram derrotados: o deputado estadual Tiago Amaral (PSB), que é filho do ex-deputado estadual e atual conselheiro do Tribunal de Contas Durval Amaral, fez 4,23% dos votos, ficando em quarto lugar. Mas a posição de Tiago Amaral muda quando são considerados os votos obtidos pelo deputado federal Boca Aberta (Pros) e o deputado estadual Boca Aberta Jr (Pros), pai e filho, e que concorreram aos cargos de prefeito e vice-prefeito de Londrina, respectivamente. Como a candidatura deles foi impugnada, e há recurso ainda em andamento na Justiça Eleitoral, os votos obtidos pela dupla ainda estão “sub judice”. Eles fizeram 18.558 votos, o que jogaria a família Boca Aberta para o segundo lugar. A vitória foi de Marcelo Belinati (PP), reeleito prefeito de Londrina com 175.331 votos (68,66%).

Em Maringá, também houve reeleição, de Ulisses Maia (PSD), com 56,85% dos votos, gerando a derrota do deputado estadual Homero Marchese (Pros), que ficou em segundo lugar com 18,85% dos votos, e também do deputado estadual Dr Batista (DEM), que fez apenas 3% dos votos e amargou um quarto lugar.

Na disputa pela prefeitura de Cascavel, o deputado estadual Marcio Pacheco (PDT) e o deputado federal Roman (PATRI) também foram derrotados. Lá houve reeleição, de Leonaldo Paranhos (PSC), com 71,72% dos votos. O pedetista Marcio Pacheco ficou com 10,28% dos votos, ocupando o segundo lugar. Já Roman teve um desempenho pior: ficou com a quarta posição, com 6,87% dos votos.

CONFIRA O DESEMPENHO DOS “DEPUTADOS-CANDIDATOS”:

  • Prefeitura de Curitiba
  • Deputado estadual Goura (PDT) – fez 110.977 votos
  • Deputado estadual Fernando Francischini (PSL) – fez 52.340 votos
  • Deputada federal Christiane Yared (PL) – fez 32.677 votos
  • Prefeitura de Londrina
  • Deputado estadual Tiago Amaral (PSB) – fez 10.808 votos
  • Deputado federal Boca Aberta (Pros) e deputado estadual Boca Aberta Jr (Pros) – fizeram 18.558 votos
  • Prefeitura de Maringá
  • Deputado estadual Homero Marchese (Pros) – fez 34.152 votos
  • Deputado estadual Dr Batista (DEM) – fez 5.443 votos
  • Prefeitura de Cascavel
  • Deputado estadual Marcio Pacheco (PDT) – fez 16.072 votos
  • Deputado federal Roman (Patriota) – fez 10.739 votos
  • Prefeitura de Ponta Grossa
  • Deputada estadual Mabel Canto (PSC) – ficou em primeiro lugar, com 61.702 votos, mas enfrentará um segundo turno com a candidata Professora Elizabeth (PSD), que obteve 51.565 votos
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]