Como Bolsonaro, Lula e governadores influenciam o voto em 4 capitais
| Foto:

As pesquisas do Datafolha que mediram a intenção de voto para as prefeituras de São Paulo, do Rio de Janeiro, de Belo Horizonte e do Recife, divulgadas na última quinta-feira (8), mensuraram, também, a influência de padrinhos políticos na preferência dos eleitores.

Os levantamentos questionaram qual a propensão dos eleitores em votar em candidatos apoiados pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido); pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT); e pelos governadores dos respectivos estados.

Veja os resultados:

Influência do apoio de Jair Bolsonaro

Levaria a escolher esse candidato com certeza:

  • São Paulo: 16%
  • Rio de Janeiro: 14%
  • Belo Horizonte: 16%
  • Recife: 16%

Não votaria de jeito nenhum em um candidato apoiado por ele:

  • São Paulo: 63%
  • Rio de Janeiro: 59%
  • Belo Horizonte: 53%
  • Recife: 63%

Influência do apoio de Lula

Levaria a escolher esse candidato com certeza:

  • São Paulo: 21%
  • Rio de Janeiro: 18%
  • Belo Horizonte: 18%
  • Recife: 35%

Não votaria de jeito nenhum em um candidato apoiado por ele:

  • São Paulo: 54%
  • Rio de Janeiro: 58%
  • Belo Horizonte: 57%
  • Recife: 41%

Influência do apoio de governadores

João Doria (PSDB), em São Paulo:

  • Levaria a escolher esse candidato com certeza: 11%
  • Não votaria de jeito nenhum em um candidato apoiado por ele: 60%

Cláudio Castro (PSC), no Rio de Janeiro:

  • Levaria a escolher esse candidato com certeza: 3%
  • Não votaria de jeito nenhum em um candidato apoiado por ele: 69%

Romeu Zema (Novo), em Belo Horizonte:

  • Levaria a escolher esse candidato com certeza: 11%
  • Não votaria de jeito nenhum em um candidato apoiado por ele: 48%

Paulo Câmara (PSB), no Recife:

  • Levaria a escolher esse candidato com certeza: 14%
  • Não votaria de jeito nenhum em um candidato apoiado por ele: 57%

Metodologia dos levantamentos do Datafolha

  • O Datafolha ouviu 1.092 pessoas em São Paulo, sob encomenda da TV Globo e da Folha de S. Paulo, entre os dias 5 e 7 de outubro de 2020. O levantamento tem nível de confiança de 95%, com margem de erro de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob a identificação SP-08428/2020.
  • Sob encomenda do jornal Folha de S. Paulo e da TV Globo, o Datafolha ouviu 900 eleitores do Rio de Janeiro, entre os dias 5 e 7 de outubro de 2020. O levantamento tem nível de confiança de 95%, com margem de erro de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob a identificação RJ-09140/2020.
  • Sob encomenda da TV Globo e do jornal Folha de S. Paulo, o Datafolha ouviu 800 pessoas em Belo Horizonte entre os dias 5 e 7 de outubro de 2020. O levantamento tem nível de confiança de 95%, com margem de erro de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob a identificação MG-09256/2020.
  • O Datafolha ouviu 800 eleitores no Recife, entre os dias 5 e 7 de outubro de 2020. A pesquisa, que foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal Folha de S. Paulo, tem nível de confiança de 95%, com margem de erro de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. O levantamento está registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob a identificação PE-08999/2020.
12 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]