Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Luciano Bivar, pré-candidato a presidente do União Brasil
Luciano Bivar, pré-candidato a presidente do União Brasil| Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Luciano Bivar é o pré-candidato do União Brasil à Presidência da República.

Deputado federal pelo segundo mandato, ele não é novato em corridas presidenciais. Em 2006, quando o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi reeleito, Bivar concorreu ao cargo máximo do Executivo, em uma chapa pura, e acabou ficando em último lugar entre os sete candidatos, tendo conquistado apenas 62.064 votos. Na época, sua campanha se apoiou em ideias como o Imposto Único Federal e a implantação de "miniquartéis" em todas as favelas do Brasil.

A entrada na política ocorreu em 1998, quando foi eleito deputado federal por Pernambuco, seu estado natal. Neste mandato, participou da CPI da CBF/Nike, que investigava os contratos entre a Confederação Brasileira de Futebol e a companhia de produtos esportivos – que acabou sem um relatório final.

Em 2000 foi eleito vice-prefeito de Jaboatão dos Guararapes, mas nunca chegou a assumir o cargo. Ele só retornou a um cargo eletivo em 2017, ao assumir a cadeira deixada pelo deputado federal Kaio Maniçoba, que tinha entrado para o governo de Pernambuco. Em 2018, foi eleito para a Casa pelo PSL –na época, mesmo partido do presidente Jair Bolsonaro.

Bivar presidiu o PSL desde o seu registro, em 1998, até a fusão com o DEM no ano passado para a criação do União Brasil, legenda que agora preside. Houve apenas um hiato em 2018, durante a campanha eleitoral, quando Gustavo Bebianno assumiu o comando da sigla. Foi o próprio Bivar que levou o então deputado federal Bolsonaro ao PSL em 2018. Na época, a filiação do futuro presidente era rejeitada por uma ala mais liberal do partido, mas Bivar acabou contornando a resistência. Em 2019, porém, uma disputa interna pelo controle do PSL fez com que Bolsonaro deixasse a legenda.

Antes de entrar para a política, Luciano Bivar já era uma figura pública conhecida: presidiu por várias vezes o clube de futebol Sport Recife desde 1989. Em 2013, em seu último mandato à frente do time, admitiu ter subornado membros da CBF em 2001 para que o volante Leomar, do Sport, fosse convocado para a seleção brasileira – o que costuma valorizar o passe dos atletas, garantindo lucros futuros ao clube.

Bivar também é bacharel em Direito, com pós-graduação em Educação Financeira e Direito Comparado, e escritor. Seu livro mais recente, lançado em 2019, é um romance intitulado “'50 formas de amar. Uma é matar” (Editora Althaea Books). Em outro livro, escrito por ele em 2006, Bivar defendeu a legalização do aborto, da eutanásia e a diminuição dos gastos com as Forças Armadas.

Ficha do pré-candidato

  • Nome: Luciano Bivar
  • Vice: Indefinido
  • Partido: União Brasil
  • Idade: 77 anos
  • Data de nascimento: 29/11/1944
  • Ocupação: Bacharel em Direito; empresário
  • Grau de Instrução: Superior completo
  • Estado Civil: Casado
  • Município de nascimento: Recife/PE
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]