Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Jair Bolsonaro
O presidente da República, Jair Bolsonaro.| Foto: Alan Santos/PR

Atual presidente do Brasil, Jair Bolsonaro (PL) vai tentar a reeleição em 2022.

Jair Bolsonaro foi eleito presidente da República pelo PSL em 2018, com 57,7 milhões de votos – 55,1% dos votos válidos. Assumiu o cargo em 1.º de janeiro de 2019. Antes disso, havia sido vereador do Rio de Janeiro entre 1989 e 1991, e deputado federal pelo Rio de Janeiro por sete mandatos, sendo o mais votado do seu estado nas eleições de 2014.

Militar da reserva formado na Academia Militar das Agulhas Negras, ganhou espaço no cenário nacional ao manifestar posições conservadoras, defender o direito do cidadão ao porte de armas, elogiar a ditadura militar e fazer críticas ao comunismo, à esquerda, à ideologia de gênero e ao politicamente correto. Durante a campanha de 2018, foi alvo de um atentado com faca enquanto saudava apoiadores em Juiz de Fora, Minas Gerais.

Na economia, o governo de Bolsonaro aprovou a reforma da Previdência, a Lei da Liberdade Econômica e criou o Programa Verde e Amarelo, de estímulo ao emprego. Outras reformas consideradas importantes para o governo, como a administrativa e tributária não avançaram no Congresso. Na área da segurança, ele flexibilizou a compra de armas, em decretos que podem ser anulados pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Com exceção do primeiro ano de mandato, o governo de Bolsonaro foi marcado pela pandemia de Covid-19. Frente à crise, o presidente defendeu a autonomia médica e o uso de medicamentos para tratamento precoce da doença sem eficácia comprovada. Bolsonaro se colocou contra as quarentenas e confinamentos, decretados por prefeitos e governadores em praticamente todo o país em períodos de alta dos casos da doença, entre 2020 e 2021, em tentativa de frear a propagação da Covid-19.

Foi criticado por promover aglomerações sem uso de máscara, minimizar a crise sanitária e questionar a eficácia das vacinas contra a doença – motivos pelos quais foi alvo de uma Comissão Parlamentar de Inquérito no Senado.

Para minimizar o impacto dos fechamentos na economia, o governo distribuiu auxílio emergencial de R$ 600 em 2020 e de R$ 300 em 2021. Mais recentemente, o auxílio emergencial e o Bolsa Família foram substituídos pelo Auxílio Brasil, de R$ 400 mensais.

Ao longo de seu mandato, Bolsonaro também teve vários conflitos com os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), em especial Alexandre de Moraes, que ordenou as prisões de aliados do presidente, como o deputado Daniel Silveira, e incluiu Bolsonaro em um inquérito do STF que investiga disseminação de notícias falsas sobre a vacinação contra Covid-19.

O ápice da distensão entre o Executivo e o Judiciário ocorreu nos atos pró-governo, no Sete de Setembro de 2021, quando Bolsonaro disse que não respeitaria ordens judiciais de Moraes e chamou o ministro de canalha. Dois dias depois, porém, o presidente voltou atrás em uma Declaração à Nação, afirmando que não teve intenção de agredir os Poderes.

Ainda no fim do primeiro ano de governo, Bolsonaro anunciou sua saída do PSL, após desentendimentos com o presidente da sigla, Luciano Bivar. Ele chegou a anunciar a criação de um novo partido, o Aliança pelo Brasil, mas a ideia não prosperou. Em novembro de 2021, o chefe do Executivo se filiou ao PL, partido pelo qual pretende disputar a presidência nas eleições de 2022.

Ficha do pré-candidato

  • Nome: Jair Bolsonaro
  • Vice: Indefinido
  • Partido: PL
  • Idade: 66 anos
  • Data de nascimento: 21/03/1955
  • Ocupação: Membro da Reserva das Forças Armadas
  • Grau de Instrução: Superior completo
  • Estado Civil: Casado
  • Município de nascimento: Campinas/SP
Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]