i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Memória

Canetaço do Cirino, Time de Guerra, “cheirinho” do Fla… há um ano, Athletico erguia a Copa do Brasil

  • 17/09/2020 18:00
Athletico campeão da Copa do Brasil
Título inédito do Athletico na Copa do Brasil completa um ano.| Foto: Albari Rosa/Gazeta do Povo

Há um ano, o Athletico era campeão da Copa do Brasil, feito inédito na história do clube. Conquista diante do Internacional, com o triunfo por 2 a 1, em pleno Beira-Rio lotado, gols de Léo Cittadini e Rony para o Furacão. Na ida, 1 a 0, na Arena, tento de Bruno Guimarães.

Relembre detalhes que levaram o Furacão até a taça do mata-mata!

Marco... Ruuuuuuuuuuuben!

Marco Ruben marcou o gol que classificou o Athletico. Hedeson Alves/Arquivo/Gazeta do Povo
Marco Ruben marcou o gol que classificou o Athletico. Hedeson Alves/Arquivo/Gazeta do Povo| Hedeson Alves/Gazeta do Povo

Depois de empatar com o Fortaleza sem gols no Castelão, o Furacão sofreu na Baixada para avançar nas oitavas. Martelou a equipe cearense todo o jogo, até que o atacante Marco Ruben fez o gol da classificação, aos 43 minutos do segundo tempo. “Nós merecíamos passar”, destacou o argentino após o jogo.

Flamengo fica só no cheirinho no Maracanã e Athletico avança à semi

Jogadores do Athletico provocam Gabigol. Reprodução internet
Jogadores do Athletico provocam Gabigol. Reprodução internet| Reprodução

O Athletico enfrentava o favorito Flamengo, que estreava o técnico português Jorge Jesus. O empate por 1 a 1 na Arena foi comemorado como uma vitória pelos flamenguistas, que decidiriam a vaga na semifinal no Rio de Janeiro. Diante de quase 70 mil pessoas no Maracanã, o time carioca saiu na frente. Mas o Athletico tinha Rony no ataque e Santos no gol. O atacante empatou e levou a partida para os pênaltis. E nas penalidades, Santos pegou duas cobranças e garantiu a vaga. Na comemoração, sobraram provocações a Gabigol e ao "cheirinho" flamenguista.

Melhor futebol do Brasil? É time de guerra!

Santos barrou Pepê e pôs o Furacão na final.  Jonathan Campos/Arquivo/Gazeta do Povo
Santos barrou Pepê e pôs o Furacão na final. Jonathan Campos/Arquivo/Gazeta do Povo| Jonathan Campos /Gazeta do Povo

O Grêmio atropelou o Athletico em Porto Alegre, na primeira partida. Fez 2 a 0 e poderia ter feito mais. Vantagem classificada pelo próprio Tiago Nunes como “enorme”. Mas na Baixada, o Furacão engoliu o tricolor gaúcho. Nikão abriu o placar e Ruben fez o segundo. Nos pênaltis, Santos defendeu o chute de Pepê e o Furacão avançou para a decisão.

Prazer, Bruno Guimarães!

Bruno Guimarães e o golaço na final. Albari Rosa/Arquivo/Gazeta do Povo
Bruno Guimarães e o golaço na final. Albari Rosa/Arquivo/Gazeta do Povo| Albari Rosa/Gazeta do Povo

Quem acompanhava o Athletico, sabia da qualidade do volante Bruno Guimarães. Não à toa, o jogador era avaliado em 30 milhões de euros. Mas a final da Copa do Brasil serviu para o Brasil conhecer o jovem então com 21 anos. Ele dominou o primeiro jogo e fez o gol da vitória na Arena. Bruno foi vendido por 20 milhões de euros ao final da temporada ao Lyon.

Cirino enterra o Inter no Beira-Rio e Athletico é campeão

Cirino faz jogada antológica para enterrar o Inter no Beira-Rio
Cirino faz jogada antológica para enterrar o Inter no Beira-Rio| Albari Rosa/Gazeta do Povo

Leó Cittadini abriu o placar no jogo do Beira-Rio, em jogada que começou com Rony e teve o toque de classe de Marco Ruben antes de o volante entrar na área e balançar a rede. Com o gol, o camisa 18 se tornou o herói inesperado do título. O Colorado empatou ainda no primeiro tempo, com Nico López, mas o Furacão segurou a vantagem. No fim, Marcelo Cirino fez uma jogada incrível passando a bola por baixo das pernas e tirando dois marcadores. O passe para Rony decretou que a Copa iria para Curitiba.

Veja entrevista com Marcelo Cirino sobre o lance que deu o título ao Athletico:

Veja o mini-documentário sobre o Athletico campeão da Copa do Brasil:

*Conteúdo publicado em 18/9/2019

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.