i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Taça

Campeões renderam ao Athletico mais de R$ 200 milhões em vendas; veja onde estão

  • 18/09/2020 07:47
Léo Pereira e Bruno Guimarães foram vendidos pelo Athletico
Léo Pereira e Bruno Guimarães foram vendidos pelo Athletico| Foto: Albari Rosa/Gazeta do Povo

Há um ano, o Athletico era campeão da Copa do Brasil. Sete dos 13 principais nomes do Furacão no título permanecem no clube. Na decisão, o Rubro-Negro bateu o Internacional por 1 a 0, na Baixada, e 2 a 1, no Beira-Rio.

Santos, Khellven, Márcio Azevedo, Wellington, Lucho, Nikão e Léo Cittadini foram titulares ou participaram ativamente da fase final do torneio. Outros seis jogadores que atuaram nas finais, mais o técnico Tiago Nunes, deixaram o clube.

Dos seis, quatro foram vendidos pelo clube, em transações que superaram a marca de R$ 200 milhões.

Veja como estão os campeões do Athletico que deixaram a Baixada:

Tiago Nunes, técnico

Torcida do Athletico não gostou da forma que Tiago Nunes conduziu sua saída do Athletico
Torcida do Athletico não gostou da forma que Tiago Nunes conduziu sua saída do Athletico| Albari Rosa/Gazeta do Povo

Nunes teve uma saída conturbada do Athletico, com direito a carta oficial acusando o técnico de ingratidão. No Corinthians, o gaúcho de 40 anos não teve vida fácil e foi demitido após 27 jogos (nove vitórias, dez empates, oito derrotas e aproveitamento de 46,67%). Desde então, está sem clube.

Robson Bambu, zagueiro

Uma das últimas opções do elenco antes das finais da Copa do Brasil, Bambu se destacou, principalmente, por anular Guerrero na decisão. Por causa de um choque de jogo no Beira-Rio, que fez o olho do jogador praticamente fecgar, Bambu foi apelidado de “Robson Balboa” pelos companheiros, uma referência ao filme Rocky, de Silvester Stallone.  Em junho, o zagueiro de 22 anos foi vendido ao Nice, da França, por 8 milhões de euros (R$ 47 milhões), na terceira maior transferência do clube.

Léo Pereira, zagueiro

Cria do Athletico, Léo Pereira deixou o Furacão em janeiro. O zagueiro de 24 anos foi comprado pelo Flamengo por 7 milhões de euros (R$ 32 milhões) e atualmente é titular do clube dirigido por Domènec Torrent.

Bruno Guimarães, volante

Léo Pereira e Bruno Guimarães foram vendidos pelo Athletico
Léo Pereira e Bruno Guimarães foram vendidos pelo Athletico| Albari Rosa/Gazeta do Povo

O volante de 22 anos foi vendido para o Lyon, em janeiro, por 20 milhões de euros, na maior venda da história do clube. Na França, chegou à semifinal da Champions League e já foi convocado por Tite para a seleção brasileira.

Rony, atacante

Rony ainda não emplacou no Palmeiras
Rony ainda não emplacou no Palmeiras| Albari Rosa /Gazeta do Povo

Depois de uma excelente temporada, o velocista entrou em impasse com a diretoria atleticana. O avante chegou a ser afastado no início do ano e encerrou sua passagem pelo CT do Caju ao ser negociado com o Palmeiras por R$ 28 milhões. No time paulista, o atacante de 25 anos está em má fase: é reserva e ainda não marcou nenhum gol em 19 jogos.

Marco Ruben, atacante

Marco Ruben foi fundamental no título do Athletico
Marco Ruben foi fundamental no título do Athletico| Albari Rosa/Gazeta do Povo

O goleador de um toque só foi decisivo na campanha do Athletico. Foi dele a assistência para Léo Cittadini abrir o placar no Beira-Rio, assim como deu o toque que terminou no arremate de Bruno Guimarães no 1 a 0 na Baixada. Aos 33 anos, El Capitán voltou para o Rosario Central, clube onde é ídolo, por opção pessoal. Por causa da paralisação da pandemia, o argentino ainda não definiu seu futuro.

Marcelo Cirino, atacante

Cirino faz jogada antológica para enterrar o Inter no Beira-Rio
Cirino faz jogada antológica para enterrar o Inter no Beira-Rio| Albari Rosa/Gazeta do Povo

Dono do lance mais espetacular do torneio, Cirino está no futebol chinês, atuando pelo Chongqing Dangdai. Em entrevista à Gazeta do Povo, relembrando um ano do título, o atacante de 28 anos comenta a jogada épica que culminou no gol de Rony, fechando a vitória e o título no Beira-Rio.

Veja entrevista com Marcelo Cirino sobre o lance que deu o título ao Athletico:

Veja o mini-documentário sobre o Athletico campeão da Copa do Brasil:

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.