Enquanto dentro de campo o time do Atlético luta para chegar à Libertadores da América, fora dele a diretoria rubro-negra começa a planejar a próxima temporada. Para evitar os erros constatados da montagem do elenco para este ano – um time sem peças de reposição –, dessa vez o Furacão começou a trabalhar cedo, e em duas frentes.

Enquanto de um lado está contratando jovens e desconhecidos atletas, de outro, mantém contato e observa jogadores em atividade nas divisões do Cam­­peo­­nato Brasileiro para que, tão logo se encerrem as divisões na­­cionais, possa anunciar reforços mais experientes – um deles seria Jael, do Bahia.

"Queremos começar 2011 com uma equipe já formada", afirma o diretor de futebol, Valmor Zimmermann. "Estamos indo atrás de promessas como é a tradição do Atlético, mas também observamos jogadores para posições carentes e para repor os que vão sair."

Por enquanto, o clube está apostando em uma espécie de vestibular para conseguir agregar ao elenco do ano que vem qualidade de baixo custo. Está buscando jogadores novos que de­­verão ficar no CT do Caju no mínimo até o fim do ano para um período de experiência. "Em novembro devemos fazer quase dois jogos treinos por semana", revela Zimmermann.

No começo de outubro foram contratados cinco atletas. O za­­gueiro Raul é paraense, tem 20 anos e foi um dos destaques do último Campeonato Paraen­­se. Mateus é volante, também tem 20 anos, e é formado no Cruzeiro. Já o meia-atacante Jaíl­­ton tem 21 anos e era da Cam­­pi­­nense, mas ganhou seu passe na justiça por salários atrasados. Flávio é um lateral-direito de 22 anos, disputou a Série A2 do Paulista pelo São Vicente. Por último, o atacante Igor, o mais conhecido dos cinco: também com 22 anos, estava no Sevilla, da Espanha, mas já passou por Juventude, Adap e seleção sub-17, quando foi titular no Mundial em 2005, no qual o Bra­­sil foi vice. O contrato com cada atleta varia de de­­zembro deste ano, no caso de Raul, até outubro de 2015 (Jaílton).

O próximo a chegar deverá ser o atacante Alisson, 22 anos, que está no Red Bull, disputando a Copa Paulista. O atleta esteve no Furacão em 2008, por dez dias, mas o negócio não deu certo pois o empresário se desentendeu com a diretoria rubro-negra. "[O Alisson] Estava para vir, mas com esse feriado ainda não falei mais sobre isso", revela Zimmerman.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]