Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE

brasileirão

Com derrota para a Ponte Preta, Atlético corre risco de terminar rodada na ZR

  • Felipe Raicoski, especial para a Gazeta do Povo
Lucca comemora gol da vitória da Ponte Preta sobre o Atlético na Arena da Baixada. | Marcelo Andrade/Gazeta do Povo
Lucca comemora gol da vitória da Ponte Preta sobre o Atlético na Arena da Baixada. Marcelo Andrade/Gazeta do Povo
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

O Atlético perdeu o quarto jogo na Arena neste Brasileirão e pode acabar a rodada na zona de rebaixamento. Diante da Ponte Preta neste domingo (23), o Furacão pouco criou e acabou sofrendo dois gols do artilheiro do Brasileirão, o atacante Lucca. O primeiro, aos 6 minutos do segundo tempo em um erro do meia Rossetto, que perdeu a bola e viu o atacante da Macaca aproveitar a bobeira. O segundo, de pênalti, já nos acréscimos. O tento o faz passar Jô e Henrique Dourado na ponta da tabua de artilharia, com 10 gols.

- Tabela - confira a classificação do Brasileirão

- Imagens - as fotos da derrota do Atlético para a Macaca

Além de ver o adversário da noite ultrapassar o time rubro-negro na classificação, a derrota deixa a equipe com 17 pontos, em 16º, a uma posição de entrar na ZR. O Furacão torce contra o São Paulo, que nesta segunda-feira (24) encara o Grêmio, no Morumbi. Se os paulistas vencerem, jogam o Atlético para a zona da degola.

O jogo

O primeiro tempo foi de poucas emoções. Com a Ponte deixando a bola com o Atlético e esperando o erro dos mandantes para chegar ao ataque, ficou exposta a deficiência da equipe atleticana na criação. Nikão, o mais acionado, até conseguiu alguns lances de perigo, colocando a bola duas vezes para o atacante Ribamar finalizar e tentando um arremate de fora.

A marcação da Macaca anulou principalmente Rossetto e Pablo, que pouco pegaram na bola. Mas se de um lado o time não conseguiu levar perigo, de outro também não correu riscos. Fora um chute de fora do atacante Lucca, a Ponte não chegou ao ataque na primeira etapa.

As duas equipes voltaram modificadas para a segunda etapa, com o meia Matheus Anjos entrando no Furacão e o meia Renato Cajá na Ponte. E a substituição do técnico Gilson Kleina se provou efetiva. Cajá roubou de Rossetto no meio de campo, avançou e colocou para o artilhiro Lucca, que tocou na saída do goleiro Weverton e marcou seu nono gol no Brasileirão.

Com as saídas do atacante Pablo e do meia Nikão, o Atlético perdeu criatividade. O avante Eduardo da Silva não colaborou com o time, perdendo uma chance clara frente a frente com o goleiro Aranha, e o meia Gedoz não conseguiu substituir a performance de Nikão.

O Rubro-Negro tentou uma pressão final, levantando a bola na área para tentar aproveitar a presença de Eduardo da Silva, mas a tática não rendeu frutos e o time ainda sofreu o segundo. O atacante Eduardo da Silva derrubou o meia Jadson na área, aos 47 minutos. Lucca bateu e marcou o segundo, seu décimo na competição. O Atlético saiu de campo sob intensas vaias da torcida.

Craque

Lucca

Artilheiro do campeonato com 10 gols, o avante pouco viu a bola, mas aproveitou as chances que teve para mandar a bola para a rede e marcar os dois gols do jogo.

Bonde

Fabiano Soares

O técnico não soube ler o desenrolar do jogo e mexeu errado no time. Sacou os dois jogadores que mais rendiam na equipe, Pablo e Nikão, e deixou o Atlético sem conseguir chegar ao ataque com criatividade e poder de fogo.

Guerreiro

Ribamar

Mesmo sem ritmo de jogo, o atacante foi a peça mais efetiva no Atlético. Teve duas chances de marcar, de cabeça, mas errou o alvo. Sem meio de campo, a bola pouco chegou para ele no segundo tempo.

Chave do jogo

O erro de Rossetto foi determinante para o desfecho da partida. Com a Ponte fechada, esperando o erro atleticano, o meia rubro-negro ofereceu o que o adversário queria desde o início.

Gols

2º Tempo

6 mins - Matheus Rossetto errou na saída de jogo, Cajá lançou Lucca, que ganhou de Thiago Heleno e bateu na saída de Weverton.

47 mins - Lucca marca de pênalti. Jadson recebeu na esquerda, entrou na área e acabou sofrendo a carga de Eduardo da Silva.

Cartões

Amarelos: Eduardo Henrique e Thiago Heleno (A); Aranha, Léo Arthur (P)

Vermelhos:

Próximos jogos

Atlético: Vasco (fora), Avaí (casa), Palmeiras (fora).

Ponte Preta: Fluminense (casa), Vitória (fora), Vasco (casa).

Atlético x Ponte Preta

o que você achou?

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Esportes

PUBLICIDADE