• Carregando...

Martin Whitmarsh, chefe da McLaren, afirmou que sete das 11 equipes que compõem atualmente o grid da Fórmula 1 estão operando em "modo sobrevivência" – apesar de não citar, as exceções seriam Ferrari, McLaren, Red Bull e Mercedes. O dirigente, que também é presidente da FOTA, a Associação das Equipes da categoria, mostrou preocupação com o futuro das escuderias. Os cancelamentos e revisões dos contratos de publicidade com os times, ocasionados pela crise econômica mundial, têm sido duros para as finanças das equipes. Ele criticou ainda a falta de união das escuderias que deveriam repartir melhor os lucros dos direitos comerciais da modalidade.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]