i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Intervalo

Falou? Multa

  • PorCarlos Eduardo Vicelli - carlosv@gazetadopovo.com.br
  • 14/09/2013 21:05
 |

Protestos e furos

Marcelo Andrade/Gazeta do Povo

Movimento contra a Copa

Os muros que protegem as obras de reforma da Arena da Baixada amanheceram pichados na semana passada. Em um local, na Rua Madre Maria dos Anjos poderia se ler: "Diga não à Copa (foto)". Em outro, na Brasílio Itiberê, os escritos evocavam a história: "Pão e circo".

Sobrepreço...

Um erro em uma tabela do Dnit provocou um sobrepreço de R$ 700 mil em dois contratos das obras de mobilidade urbana para a Copa, em Curitiba. A prefeitura usou uma tabela desatualizada para compra de pedra brita. Ao verificar as planilhas de custo, o Tribunal de Contas do Estado (TCE-PR) detectou que havia uma listagem de preços nova, com valores mais baixos.

... Padrão Fifa

No primeiro contrato, referente a um trecho da Linha Verde e dois da Marechal Floriano, a diferença era de R$ 372 mil. No outro, do Corredor Rodoferroviária-Aeroporto e de um terceiro trecho da Marechal Floriano, o furo é de R$ 328 mil. "Não houve má-fé, mas sim um erro do Dnit", explica Luiz Barbosa Jorge, coordenador da Comissão de Copa do TC-PR. A prefeitura de Curitiba conseguiu corrigir o valor do primeiro contrato e deve buscar o mesmo para o segundo.

Regras novas não param de surgir no Atlético. A intenção, antiga, é restringir ao máximo o acesso da imprensa não oficial e também dos veículos que não têm os direitos de transmissão do campeonato. Se jogadores falarem com algum repórter "não credenciado", são obrigados a pagar R$ 50 por jogo. O dinheiro vai para a famosa "caixinha" dos boleiros.

Tira tudo

Nos bastidores do Atlético comenta-se que, diante da multa, alguns jogadores teriam pedido para descontar um mês inteiro de participação. Para eles, vale mais a pena a exposição na mídia, aproveitando a boa fase do clube, do que perder R$ 400 – em média – a cada 30 dias.

Ídolo? Não!

Questionado se já havia se tornado ídolo da torcida, o técnico paranista Dado Cavalcanti foi enfático na resposta: "Não, não. Não conquistei nada, não ganhei nada ainda. Não existe isso. Estou dando a minha contribuição com o meu trabalho", resumiu o treinador, que tenta levar o Tricolor de volta à Primeira Divisão.

A fita...

Desde junho, quando voltou a treinar com bola, depois de passar por uma nova cirurgia no joelho direito, o atacante Keirrison usa uma fita de kinesio na região da lesão. O objetivo é acelerar a recuperação e também evitar novas ocorrências.

... Do ex-K9

A fita tem um efeito psicológico, já que ainda não há comprovação científica de que funciona de fato. No entanto, ela é muito utilizada no esporte de alto rendimento. O Coritiba trabalha para ter o atacante 100% em 2015.

Novo calendário 1

A Confederação Brasileira de Ffutebol (CBF) fechou o plano para acomodar o inchado calendário brasileiro de 2014. A entidade quer fracionar as férias em duas partes: 17 dias em dezembro e mais 13 durante a Copa do Mundo. Nesse formato, os estaduais começariam no dia 12 de janeiro.

Novo calendário 2

A Federação Nacional de Atletas Profissionais de Futebol (Fenapaf), porém, mantém conversas com a Rede Globo para ampliar o período de pré-temporada a partir de 2015. Há um compromisso ainda não formalizado de não haver jogos nos meses de dezembro e janeiro. Assim, os clubes sempre teriam no mínimo um mês de preparação no início de cada ano.

Férias

Vou só até ali. A coluna segue com outro "dono" neste período. Volto a assiná-la no dia 20 de outubro. Até lá.

Colaboraram: Gustavo Ribeiro, Leonardo Mendes Júnior e Robson Martins.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.