i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Polícia

Chileno suspeito de estupro é solto em Cuiabá

Vítima retirou a queixa alegando que o homem estava bêbado

  • PorRobson Martins, enviado especial a Cuiabá
  • 14/06/2014 18:31

A comemoração dos milhares de chilenos em Cuiabá após a vitória do Chile por 3 a 1 sobre a Austrália, na sexta-feira (13), gerou casos de polícia. Um chileno de 32 anos foi acusado de estupro de uma jovem brasileira de 22 anos e foi preso. Porém, neste sábado (14), a suposta vítima retirou a acusação justificando que o chileno estava bêbado.

Os dois se conheceram em um restaurante, foram para uma boate, onde beberam e começaram a se beijar, e decidiram ir para o hotel. Porém, no caminho o chileno parou o carro e começou a abusar da mulher, que teria sido agredida por se negar a tirar a blusa. Ela mordeu o torcedor e gritou. Pessoas próximas escutaram e seguraram o agressor até a chegada da polícia.

Em outro caso, uma americana afirmou que foi abusada, mas um laudo do Instituto Médico Legal (IML) afirmou que não houve penetração.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.