Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Esportes
  3. Copa
  4. 2014
  5. Perfil das seleções
  6. Brasil
  7. Brasil vence Chile no último amistoso do ano

Seleção brasileira

Brasil vence Chile no último amistoso do ano

Seleção encerrou a temporada com vitória por 2 a 1 em Toronto. Hulk e Robinho balançaram a rede

  • Agência Estado
Hulk celebra o primeiro gol do Brasil diante do Chile |
Hulk celebra o primeiro gol do Brasil diante do Chile
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

O último jogo da seleção brasileira no ano esteve longe de ser um grande espetáculo, mas o time encerrou 2013 do jeito que Luiz Felipe Scolari gosta: com vitória. Em Toronto, o Brasil derrotou o Chile por 2 a 1, em seu penúltimo amistoso antes da convocação para a Copa do Mundo, e alguns jogadores terminaram a jornada seguros de que se aproximaram muito do Mundial. Especialmente Robinho, autor do gol da vitória.

Jorge Sampaoli, o inventivo argentino que comanda a seleção do Chile, decidiu apostar em uma linha de três zagueiros e deu com os burros n’água. A defesa chilena estava uma bagunça, cometendo erros grosseiros na saída de bola. Bastava à seleção apertar um pouco a marcação para fazer o seu gol e foi o que ocorreu.

Acossado por Jô, o flamenguista Marcos González - que é reserva no time carioca, não sem motivo - entregou a bola de presente para Oscar e ele encontrou Hulk livre. O corpulento atacante não teve muito trabalho para soltar um chute cruzado que deixou sem ação o goleiro Bravo.

O Brasil teve mais uma ou duas chances de gol até que Jorge Sampaoli decidiu arrumar a casa, introduzindo Valdivia na partida e mudando a sua defesa para uma linha de quatro jogadores. Coisa simples e que costuma funcionar. E funcionou.

O meia do Palmeiras não mostrou um futebol deslumbrante, mas sua presença serviu para que o Chile conservasse a bola em seu poder jogando perto do gol brasileiro. Ao time de Felipão sobrou o papel de contragolpear, coisa que não o incomoda nem um pouco.

A preguiça que tomou conta da seleção na reta final do primeiro tempo foi abandonada nos minutos iniciais do segundo e isso bastou para colocar o Chile em problemas. Mesmo com um Neymar ainda opaco, o Brasil criou ótimas chances - a melhor delas foi um chute de Hulk da entrada da área que quase derrubou a trave.

Não tardou, no entanto, para a seleção brasileira voltar à letargia, como se o jogo já estivesse ganho. Não estava. Mesmo sem ser brilhante, longe disso, o Chile empatou graças a uma falha da defesa brasileira, normalmente segura. Thiago Silva perdeu uma disputa pelo alto para Beausejour e a bola sobrou para Vargas. O atacante do Grêmio aproveitou o enorme espaço que David Luiz lhe deu e marcou com um chute colocado.

O gol foi a senha para o Brasil voltar a acelerar - e a liderar o placar. Uma bola cruzada por Maicon encontrou a cabeça de Robinho, que entrou no segundo tempo, e o jogador do Milan fez o gol da vitória da seleção. E a turma de Felipão deixou no ar a nítida sensação de que, ainda que não jogue bem, consegue ganhar do Chile sem precisar fazer muito esforço.

A temporada

O amistoso desta terça fechou um ano vitorioso para o Brasil em sua preparação para a Copa. Na única competição oficial disputada, o título da Copa das Confederações veio de forma mais do que convincente. Com um belo futebol, ganhou as cinco partidas que disputou, incluindo uma memorável e arrasadora vitória por 3 a 0 na grande decisão sobre a campeã mundial e bi europeia Espanha, em um ensandecido estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.

No total, a seleção jogou 19 vezes em 2013. Felipão reestreou justamente na primeira partida deste ano - uma derrota por 2 a 1 para a Inglaterra, no estádio de Wembley, em Londres. Desde então, o time brasileiro só perdeu outra vez para a Suíça, em amistoso disputado em agosto. Com um ataque arrasador, comandado por Neymar, foram 13 vitórias e quatro empates, com 49 gols marcados e apenas 15 sofridos.

Agora, a seleção volta a campo somente no dia 5 de março em um amistoso contra a África do Sul, em Johannesburgo. Depois, já com os 23 jogadores que disputarão a Copa, o time joga dois amistosos preparatórios, já em território brasileiro, nos dias 4 e 7 de junho. A estreia no Mundial, na Arena Corinthians, em São Paulo, será no dia 12.

FICHA TÉCNICA:

BRASIL 2 x 1 CHILE

BRASIL - Julio Cesar; Maicon, Thiago Silva (Dante), David Luiz e Maxwell; Luiz Gustavo, Paulinho (Hernanes), Oscar (Willian) e Hulk (Ramires); Jô (Robinho) e Neymar (Lucas Leiva). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

CHILE - Bravo; Jara, Medel, González e Mena; Carmona, Marcelo Díaz (Beausejour) e Gutiérrez (Muñoz); Vargas, Alexis Sánchez e Fuenzalida (Valdivia)(Matías Fernández). Técnico: Jorge Sampaoli.

GOLS - Hulk, aos 13 minutos do primeiro tempo; Vargas, aos 25, e Robinho, aos 33 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Paulinho e Robinho (Brasil); Medel e Beausejour (Chile).

ÁRBITRO - Silviu Petrescu (Fifa/Canadá).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Rodgers Centre, em Toronto (Canadá).

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE