Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
O técnico da Espanha, Vicente del Bosque, deve mudar a escalação do time contra a Austrália e dar chances a todos os jogadores convocados | Daniel Castellano / Gazeta do Povo
O técnico da Espanha, Vicente del Bosque, deve mudar a escalação do time contra a Austrália e dar chances a todos os jogadores convocados| Foto: Daniel Castellano / Gazeta do Povo

O clima na seleção espanhola começou a desandar nos últimos dias de treinos em Curitiba. Sábado (21), no mesmo dia em que a delegação foi a uma churrascaria no Batel, o técnico Vicente Del Bosque e o meia Cesc Fàbregas, recém-transferido para o Chelsea, tiveram uma discussão durante o treino no CT do Caju. O assunto veio à tona apenas neste domingo (22), durante a entrevista coletiva do treinador na Arena da Baixada.

"É uma coisa de treino. A equipe onde ele jogava [no treino] teve alguma dificuldade [com a marcação] e, por isso, trouxe o Xabi Alonso, mas o Cesc [Fàbregas] disse que queria continuar jogando. É uma situação normal de treino e não precisamos criar grandes dramas, pois durou dois segundos. Já conversei com ele e esclarecemos tudo", disse Del Bosque, para quem é normal os treinadores pensarem na equipe e jogadores pensarem mais individualmente.

No lance em questão, Del Bosque pediu a Fàbregas para dar seu colete ao volante Xabi Alonso e o jogador do Chelsea, em um primeiro momento, permaneceu parado. Em seguida, o meia passou a vestimenta, mas demonstrando estar contrariado e ainda segurou o colete por um instante enquanto Xabi tentava pegá-lo. O volante do Real Madrid então olhou para o treinador parecendo cobrar uma reprimenda ao companheiro.

As questões sobre o relacionamento dos jogadores foram constantes na primeira coletiva espanhola concedida na Arena da Baixada. Juan Fran, lateral do Atlético de Madrid, e Pep Reina, goleiro do Napoli, também tiveram de falar sobre o assunto e desmentiram qualquer problema no elenco. "Estamos muito bem, todos os jogadores. Somos uma equipe muito boa e não há problemas conosco", disse Pep Reina, declaração também repetida pelo lateral.

Del Bosque ainda tentou tirar dos ombros dos jogadores veteranos do elenco o peso da eliminação precoce no Brasil. "Não acho justo dizer que a responsabilidade é apenas deles. Devemos perder como equipe", afirmou. Ao todo, a Espanha tem sete jogadores com mais de 30 anos, entre eles Xavi Hernandez, que ficou no banco no segundo jogo da equipe e deve se despedir da seleção segunda (23), em Curitiba.

Escalação

A escalação da Espanha para o duelo contra a seleção australiana ainda é uma incógnita. De certo, apenas que o goleiro Iker Casillas ficará no banco. Pep Reina foi confirmado por Vicente Del Bosque e De Gea, terceiro goleiro, está lesionado. O treinador espanhol também praticamente descartou a presença de Xavi Hernandez, meia do Barcelona de 34 anos, que pode estar se despedindo da seleção espanhola.

"Um jogo a mais ou menos não terá grande impacto sobre a carreira de Xavi. Ele provavelmente não joga amanhã [segunda, 23] porque está com dores nas pernas. No treino, foi bem. Mas provavelmente não jogará", disse Vicente Del Bosque, que afirmou que tentará dar oportunidade de todos os 23 jogadores atuarem no Brasil, o que abre espaço para uma escalação mista nesse último confronto na Arena da Baixada.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]