i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Grupo F

Teymourian afirma que Irã vai surpreender na Copa

Atacante garante que iranianos estão mais experientes e que não são a zebra do grupo composto ainda por Nigéria, Argentina e Bósnia

  • PorAgência Estado
  • 14/06/2014 13:24

Considerada a zebra do Grupo F da Copa do Mundo, a seleção do Irã irá surpreender muita gente. Pelo menos é o que garante o meia iraniano Andranik Teymourian, que se diz confiante sobre as possibilidades da equipe avançar para as oitavas de final pela primeira vez.

O motivo para tanta convicção, segundo o meia de 31 anos, é a rodagem do time que representará o Irã na quarta participação do país em Copa do Mundo. "Estamos mais experientes e acho que nos sairemos bem na fase de grupos", afirma Teymourian, que esteve no Mundial de 2006, último que contou com a presença iraniana. A equipe, inclusive, tem média de idade de 28 anos e seis meses, uma das mais altas do Mundial.

Os iranianos enfrentarão Nigéria, Argentina e Bósnia para tentar se classificar às oitavas de final. Apesar do jogo contra os africanos, nesta segunda-feira (16), em Curitiba, ser a estreia da equipe no Brasil, é a partida contra os argentinos que mais preocupa Teymourian. "Claro que a estreia é importante, mas vejo a Argentina como o adversário mais difícil", analisa.

O meia Ashkan Dejagah, que apesar de ter defendido as equipes de base da Alemanha escolheu defender a seleção principal do Irã, compartilha da confiança do companheiro, mas avalia o primeiro jogo como fundamental para as pretensões iranianas. "A partida inicial é muito importante e espero que comecemos bem. Nós estamos trabalhando muito forte", diz.

O técnico português Carlos Queiroz, comandante da seleção iraniana desde 2011, diz já ter definido os 11 titulares que enfrentarão os africanos em Curitiba. Teymourian certamente estará entre eles, protegendo a linha de defesa e armando as jogadas ao lado de Javad Nekounam, enquanto procuram os velozes Ashkan Dejagah e Masoud Shojaei pelos flancos nos contra-ataques

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.