Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 | Albari Rosa/Gazeta do Povo/Arquivo
| Foto: Albari Rosa/Gazeta do Povo/Arquivo

Thiago Silva, zagueiro do Paris Saint-Germain, admitiu neste domingo ter sofrido uma depressão após a Copa do Mundo de 2014, após a dolorosa goleada por 7 a 1 sofrida na semifinal contra a Alemanha, em entrevista à emissora francesa Canal Plus.

À pergunta “Pode-se dizer que após o mundial você sofreu uma depressão nervosa?”, Thiago Silva respondeu: “Sim. Foi uma etapa muito difícil”.

“O presidente(do Paris Saint-Germain, Nasser Al Khelaifi) me deu muitos conselhos”, continuou. “Me disse que eu era o melhor zagueiro do mundo, mas que eu deveria trabalhar ainda mais. Eu disse: ‘Presidente, trabalho sempre, mas não sei o que se passa em minha cabeça, tenho algum problema’“.

Thiago Silva falou também do fato de não voltar a ser convocado por Dunga para defender a seleção: “Não sei exatamente o que acontece. Estou dizendo a verdade. Todos esqueceram que, ainda que eu fosse culpado, não enfrentei a Alemanha (estava suspenso). Todos acham que era minha culpa, mas essa derrota não foi culpa minha”.

O zagueiro fez questão de agradecer ao técnico do PSG, Laurent Blanc: “Todos os dias, um jornalista perguntava a ele se ia continuar me escalando, quando eu não estava bem. Ele sempre respondeu que sim, que eu era o capitão. Essas coisas te dão confiança”.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]