Foi suado, mas o Coritiba conseguiu chegar à final da Taça Belo Horizonte de Futebol Júnior. Após empatar por 1 a 1 no tempo normal do duelo contra o Juventude, o Alviverde precisou das cobranças de pênalti (triunfo por 5 a 3) para alcançar a inédita final.

O goleiro Rafael Martins, que defendeu uma batida, foi o grande herói dos paranaenses. No tempo normal, o zagueiro Rafael Bomfim, logo aos 2 minutos de jogo, fez o gol coxa-branca. Marquinhos, de letra, igualou o marcador aos 9' da segunda etapa.

Agora, o time do técnico Marquinhos Santos espera pelo vencedor de Atlético e Cruzeiro, na outra semifinal, para decidir o torneio da categoria sub-20. A partida acontece ainda nesta terça-feira (8).

A decisão da Taça BH está programada para a próxima quinta-feira (10), em Divinópolis.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]