Pachequinho barra Alecsandro contra o Vasco. | Jonathan Campos/Gazeta do Povo
Pachequinho barra Alecsandro contra o Vasco.| Foto: Jonathan Campos/Gazeta do Povo

O técnico Pachequinho confirmou que o atacante Kléber será titular e indicou que Alecsandro será o escolhido para deixar a equipe. O Coritiba recebe o Vasco, domingo (2), às 19h, na Vila Capanema. O jogo será na casa do Paraná, pois o Couto Pereira está passando por reforma no gramado.

TABELA: jogos e classificação da Série A

“É de extrema importância ter o Kléber liberado. O alívio é em todos os sentidos, você pode ter a tranquilidade para trabalhar no dia a dia. Mas só vou ficar bem aliviado depois de um bom resultado no domingo”, comemora o treinador.

Coritiba volta a vencer? Veja os palpites para os jogos da 11ª rodada do Brasileirão

O Coxa entrou conseguiu a liminar do efeito suspensivo no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), na quinta-feira (29), para a punição do atacante Kléber. O atleta havia sido suspenso por 15 jogos por agredir e cuspir no volante Édson, do Bahia, no dia 15 de junho.

“O Kléber segura lá na frente, dá tempo para os meias se aproximarem, disputa todas as bolas e quando sai da área tem capacidade para armar. Ele também é um finalizador que tem a capacidade de decidir para nós”, elogia Pachequinho.

Por dívida milionária, Lincoln penhora centro de treinamento do Coritiba

Leia a matéria completa

O Coxa não balança as redes há quatro jogos e não vence há cinco partidas. Sem Kléber nas últimas três rodadas, Alecsandro foi o encarregado de assumir a função de goleador. Mas o centroavante de 36 anos passou em branco e está sendo fortemente cobrado pela torcida.

“É natural até pelo tempo que o Alecsandro ficou parado no Palmeiras. É o ritmo e o desagaste. Mas é um atleta que nós contamos. Ele tem liderança dentro do grupo”, defende o comandante.

Já Anderson retornou aos treinamentos normais e tem chances de ser relacionado. Ele sofreu uma lesão na coxa logo na estreia do Nacional, na vitória contra o Atlético-GO. Nesta semana, o meia deu uma declaração polêmica indicando que pode deixar o Alto da Glória.

“Com o Anderson nós vamos ter todo cuidado do mundo. Ainda não decidi se ele será relacionado. Temos que dar tempo para ele treinar e fazer o fortalecimento muscular”, explica Pachequinho.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]