Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Vitor Carvalho, do Coritiba. | Marcelo Andrade/Gazeta do Povo
Vitor Carvalho, do Coritiba.| Foto: Marcelo Andrade/Gazeta do Povo

Após quatro rodadas na Série B ainda sem conhecer o G4, o Coritiba mira alcançar o grupo dos primeiros colocados diante do Brasil de Pelotas, na próxima terça-feira (8), às 21h30, no Couto Pereira. O Coxa tem sete pontos, dois atrás do quarto colocado, o primeiro dentro da zona de acesso.

“Precisamos vencer para colar no G4”, admite o volante Vitor Carvalho. “Nós temos que buscar o jogo desde o começo. O fator casa é muito importante. Acho que temos uma pontuação boa. Foram sete pontos em 12 disputados”, avalia o lateral Abner. Nos dois jogos que fez no Alto da Glória, contra Atlético-GO e Criciúma, o Alviverde teve 100% de aproveitamento.

TABELA: veja a classificação da Série B e os próximos jogos

Mas o empate fora de casa contra o Oeste, na última rodada, também serviu para o técnico Eduardo Baptista detectar erros que ele promete corrigir na sequência da competição. O que mais incomodou o treinador foram os passes errados, principalmente na etapa inicial. “É algo que assusta. Até porque o gramado da Arena Barueri é parecido com o Couto Pereira”, explica.

“Temos que evoluir sempre. Contra o Oeste, quando a gente encaixou o jogo que acreditamos ser o ideal, fomos superiores. Temos que buscar as triangulações e ser mais constantes. Temos qualidade para isso”, afirmou Baptista em entrevista para as rádios Banda B e Transamérica.

Após enfrentar o Brasil de Pelotas, o Coxa terá uma pausa de 11 dias até o confronto frente ao Boa Esporte. Por este motivo, Baptista não irá apressar o retorno dos jogadores que estão deixando o departamento médico, casos do lateral William Matheus, do zagueiro Alan Costa e dos atacantes Iago e Alecsandro.

***

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]