Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Rildo disputa bola com Pará na derrota para o Flamengo | RAFAEL RIBEIRO/ESTADÃO CONTEÚDO
Rildo disputa bola com Pará na derrota para o Flamengo| Foto: RAFAEL RIBEIRO/ESTADÃO CONTEÚDO

Em jogo de dois tempos distintos e sob os olhares do novo técnico Marcelo Oliveira, o Coritiba perdeu para o Flamengo por 2 a 1, na noite deste sábado (22), no Estádio Luso-Brasileiro, pela 16.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O gol da vitória flamenguista saiu aos 46 minutos do segundo tempo, com pênalti cobrado por Éverton Ribeiro.

Antes, o time carioca saiu na frente do marcador com um gol do atacante Berrío, aos 6 do primeiro tempo. O Coxa buscou o empate com Henrique Almeida.

Com apenas um minuto de segundo tempo, o atacante recebeu passe de Tomas e anotou. Já aos 46 da etapa final, Vinícius Júnior sofreu pênalti de Márcio. O ex-coxa Éverton Ribeiro cobrou com qualidade e fez o gol da vitória.

Após o apito final, os atletas do Coritiba lamentaram mais um revés. O time segue com apenas uma vitória nas últimas onze rodadas da Série A.

“É difícil jogar contra o Flamengo, precisávamos manter o empate que buscamos. Ser mais malandros”, cobrou o meia Tomas. “O cara deles dentro da área, tem que cercar. Mas agora é levantar a cabeça, ver o que o novo treinador vai passar e voltar a vencer”, completa.

O técnico Marcelo Oliveira observou a partida de um dos camarotes do estádio. Em campo, o time foi comandado pelo preparador físico, Robson Gomes. No primeiro tempo, o Coritiba entrou com três volantes, abdicou do ataque e foi completamente dominado.

No intervalo, a entrada do atacante Neto Berola na vaga do volante Alan Santos mudou o panorama do jogo. O Coxa empatou e chegou a arriscar uma virada. No fim, o pênalti desnecessário do zagueiro Márcio custou o resultado fora de casa.

Veja os detalhes da partida:

Craque

Éverton Ribeiro

O meia, que teve passagem pelo Coritiba, foi o maestro do Flamengo e ainda anotou o gol da vitória. Cobrou o pênalti com extrema qualidade.

Bonde

Márcio

O zagueiro cometeu pênalti absolutamente desnecessário em Vinícius Júnior e custou o empate ao Coritiba. Menções honrosas para Galdezani, que novamente rendeu muito pouco, e Léo que entrou mal no time.

Guerreiro

Henrique Almeida

O atacante não prima pela qualidade exuberante, mas é brigador. Na mesma medida em que erra, tenta novamente. E foi recompensado com o gol.

Chave do Jogo

Pênalti infantil

A impaciência do zagueiro Márcio ao marcar o jovem Vinícius Júnior custou o empate ao Coxa. O defensor fez pênalti bobo, convertido por Éverton Ribeiro com qualidade, selando a derrota alviverde.

Gols

Primeiro tempo

1 x 0 (6 min) – Em rápido contra-ataque, Berrío recebe na cara do gol e desloca Wilson para abrir o placar.

Segundo tempo

1 x 1 (1 min) – Ainda antes do relógio marcar um minuto, Henrique Almeida recebe passe de Tomas nas costas da zaga e empata.

2 x 1 (46 min) – Após Márcio cometer pênalti em Vinícius Júnior, o meia Éverton Ribeiro converteu com qualidade.

Cartões amarelos: Luizão, Wilson, William Matheus, Rildo, Alecsandro e Tomas Bastos (Coritiba); Willian Arão (Flamengo).

Próximos jogos:

Flamengo: Corinthians (fora), Santos (fora) e Vitória (casa).

Coritiba: Atlético-MG (casa), São Paulo (fora) e Chapecoense (casa)

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]