Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Foto do repórter fotográfico Rodolfo Bührer mostra em quais mãos (ou pés) está o destino do Atlético nesta quarta-feira | Rodolfo Bührer / Gazeta do Povo
Foto do repórter fotográfico Rodolfo Bührer mostra em quais mãos (ou pés) está o destino do Atlético nesta quarta-feira| Foto: Rodolfo Bührer / Gazeta do Povo

Atleticanas

Tribunal – A concentração de Alex Mineiro será dividida hoje entre o Juventude e o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Ele será julgado pela expulsão no jogo com o Náutico, quando atingiu o volante Vágner Rosa com uma cotovelada. Alex foi denunciado por praticar jogada violenta. A punição vai de dois a seis jogos de suspensão. Mas o clube confia na absolvição por ter sido um lance involuntário. Mesmo se for condenado, ele joga hoje.

Roberto se agarra à chance

Enquanto os reforços pedidos por Antônio Lopes não chegam, quem está no elenco tenta se agarrar às oportunidades. A vez agora é de Roberto. Recém-chegado da seleção sub-20, o jogador treinou durante a semana e, apesar de a escalação não ter sido oficializada, deve enfrentar o Juventude esta noite.

Roberto foi titular do Brasil no Mundial da categoria, no Canadá, onde a seleção acabou eliminada nas oitavas-de-final. Ele desembarcou no país apenas na sexta-feira, mas já era observado pelo técnico Lopes, o que ajudou na sua provável participação hoje. "O Roberto é um jogador que marca bem e tem um bom passe", analisou o treinador.

O volante será o 26.º atleta testado por Lopes e tem pouco tempo para ser aprovado. O novo reforço contratado pelo Furacão é o também volante Claiton, ex-Flamengo. O jogador acertou a transferência, mas ainda não teria chegado ao CT do Caju. O clube não fala sobre o assunto. "Ele é um líder, guerreiro, experiente, que sempre armou as equipes por onde passou", definiu Lopes sem confirmar o negócio, mas com muitos mais elogios do que fez para o prata da casa. (ALM)

O Atlético sofre com a escassez de pontos, com a falta de vitórias em casa, com o excesso de gols sofridos e joga hoje para não carregar mais um problema no Campeonato Brasileiro: entrar na zona de rebaixamento. Uma vitória sobre o Juventude livra o Rubro-Negro desse trauma.

O duelo às 20h30 na Arena reúne ameaçados e aflitos. O Furacão, na 15.ª posição, com 13 pontos, enfrenta uma equipe que está onde ninguém quer estar, na área de risco. Os gaúchos ocupam o 17.º lugar, primeiro posto na faixa da degola, com 11 pontos – mas com dez jogos, um a menos do que o Atlético.

O encontro na Baixada é um confronto direto, bem como o do Mineirão, entre Atlético-MG (16.º) e América-RN (19.º). Uma derrota vermelha e preta e um triunfo dos mineiros empurrariam os paranaenses para as últimas posições.

Situação inimaginável para o técnico Antônio Lopes, feliz em poder escalar a melhor equipe desde a sua chegada, há pouco mais de um mês. Apesar de não poder repetir novamente a escalação (como já aconteceu nas outras seis partidas), pelo menos o comandante desfruta de quase toda a força máxima do elenco. A única baixa é o colombiano Valencia, vetado pelo departamento médico.

A animação de Antônio Lopes só não é maior pois o time de hoje pode ser o "melhor", mas não o definitivo. A busca por reforços é intensa. "Passei uma lista grande, com várias opções, muitos não deram certo, mas a diretoria continua tentando", contou o treinador. Mas para o jogo dessa noite, o lateral-direito Jancarlos e o ala-esquerdo Edno se recuperaram de lesões. O volante Alan Bahia e o atacante Alex Mineiro cumpriram suspensão. "Enfrentamos muitas dificuldades com a saída de jogadores por punições e contusões. Tivemos de escalar muitos garotos, principalmente no jogo contra o Vasco [quando o time teve seis desfalques e perdeu por 1 a 0]. Agora ganhamos com o retorno de atletas titulares e mais experientes", festejou o delegado.

Alex Mineiro retorna disposto a impedir que a equipe complete dois meses de jejum na Baixada. A única vitória em casa aconteceu na segunda rodada, dia 18 de maio, sobre o Inter, por 2 a 1. "Perdemos pontos demais, principalmente em casa. Uma vitória na Arena ajudaria a recuperar o time e devolver a confiança", afirmou o camisa nove, cuja ausência representou também a inexistência de gols nas duas últimas rodadas.

Na TV: Atlético x Juventude, às 20h30, no Premiere.

Em CuritibaAtlético x Juventude

AtléticoGuilherme; Jancarlos, Gustavo, Danilo e Edno; Alan Bahia, Roberto, Ferreira e Dinei (Kaio); Alex Mineiro e Marcelo. Técnico: Antônio Lopes.

JuventudeMichel Alves; Barão, Wescley, Gilvan e Zé Rodolpho; Marcão, Júlio César, Renato e Beto; Ivo e Daniel. Técnico: Flávio Campos.

Estádio: Kyocera Arena. Horário: às 20h30. Árbitro: Rodrigo Martins Cintra (SP). Auxs: Evandro Luís Silveira e Nilson de Souza Monção.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]