Júnior Urso e Robinho, do Atlético-MG, durante a contundente vitória sobre o Melgar, pela Libertadores. | Douglas Magno/AFP
Júnior Urso e Robinho, do Atlético-MG, durante a contundente vitória sobre o Melgar, pela Libertadores.| Foto: Douglas Magno/AFP

Vindo de dois tropeços seguidos, na Libertadores e no Mineiro, a cobrança era por uma vitória convincente sobre o Melgar. O aviso fora dado por Robinho em entrevista coletiva na véspera. Nesta quinta-feira, o Atlético-MG não decepcionou. Selou sua vaga nas oitavas de final na Libertadores com uma contundente goleada sobre o time peruano por 4 a 0, no Mineirão. Um empate era o suficiente para a classificação.

A boa vitória teve direito a gol relâmpago, sufoco no rival nos primeiros minutos e um invejável placar de 3 a 0 aos 16 minutos de jogo. Tiago, antes de completar o primeiro minuto de jogo, Robinho, Lucas Pratto e Carlos, voltando ao time, marcaram os gols atleticanos.

Com o resultado, o Atlético assegurou a primeira colocação do Grupo 5, com 13 pontos. De quebra, mantém a chance de ficar com a terceira melhor campanha desta fase de grupos, o que dá maior vantagem no mata-mata. Para tanto, torcerá contra o Corinthians e a favor do Grêmio, que enfrentará o Toluca na rodada final do Grupo 6.

O outro classificado da chave do Atlético é o Independiente del Valle, com 11 pontos. Colo-Colo, com nove pontos, e Melgar, sem um ponto sequer na chave, estão eliminados da competição sul-americana. O Del Valle, único a vencer o time brasileiro no grupo, assegurou a segunda vaga com um surpreendente empate sem gols com o Colo-Colo, no Chile.

O triunfo desta quinta foi importante para o Atlético por causa dos recentes tropeços. A equipe mineira perdeu a primeira na Libertadores na rodada passada e sofreu um tropeço inesperado no Mineiro, no domingo, quando caiu diante do Tricordiano por 4 a 2. Apesar de jogar com time reserva, a diretoria não escondeu o incômodo com o placar. Com a goleada desta quinta, o Atlético afasta qualquer suspeita de má fase.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-MG 4 x 0 MELGAR

ATLÉTICO-MG

Victor; Marcos Rocha, Tiago, Erazo e Douglas Santos; Rafael Carioca (Eduardo), Leandro Donizete, Júnior Urso e Cazares (Carlos, depois Pablo Diogo); Robinho e Lucas Pratto. Técnico: Diego Aguirre.

MELGAR

Daniel Ferreyra; Bolaños, Santamaría, Villamarín, Quina; Hinostroza (Arismendi), Alexis Arias, Leudo (Patricio Arce), Alexander Sánchez (Diego Estrada), Nilson Loyola; Bernardo Cuesta. Técnico: Juan Reynoso.

Gols: Tiago, a um minuto, Robinho, aos 7, e Lucas Pratto (pênalti), aos 16 minutos do primeiro tempo. Carlos, aos 23 minutos do segundo tempo.

Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

Árbitro: Jesús Valenzuela (Fifa/Venezuela).

Renda: R$ 1.630.310,00.

Público: 36.031 pagantes.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]