Para o advogado da torcida organizada Os Fanáticos, Juliano Rodrigues, os atleticanos que se envolveram na briga com torcedores do Vasco, domingo (8), em Joinville, agiram por legítima defesa. De acordo com Rodrigues, os membros da facção rival Torcida Jovem foram os responsáveis por iniciar a confusão que ofuscou a classificação do Furacão à pré-Libertadores.

"Todos que estavam no estádio viram que quem invadiu e foi para cima foi a torcida do Vasco. Então, foi legítima defesa", afirmou, em entrevista à Gazeta do Povo.

Como o jogo era considerado de alto risco – a própria Fanáticos recomendou mulheres e menores de idade a não viajaram a Santa Catarina –, a ausência da Polícia Militar dentro do estádio foi, na opinião do advogado da organizada atleticana, o principal motivo da confusão.

"A falta da polícia foi fundamental. Se tivesse policiamento ali [na divisa entre as torcida] não teria acontecido. A própria imagem da polícia, com cinco ou seis homens, evitaria qualquer tentativa da torcida do Vasco de invadir", acrescentou.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]