i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Brasileiro

Goiás é punido por bomba e não jogará com Atlético no Serra Dourada

Time goiano também não poderá jogar em seu estádio diante de Inter, Cruzeiro e Flamengo

  • PorAgência Estado
  • 01/08/2014 17:35

Depois de ser obrigado a fazer dois jogos fora do Serra Dourada no início do Brasileirão, por punição imposta pela STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), o Goiás vai ter que jogar como mandante novamente fora de Goiânia. Nesta sexta, o clube foi mais uma vez julgado pelo STJD e punido com a perda de quatro mandos de campo.

Assim, o Esmeraldino terá que jogar fora de Goiânia contra Inter (15.ª rodada), Cruzeiro (17.ª), Atlético (18.ª) e Flamengo (20.ª).

O julgamento desta sexta-feira foi referente à partida da 11.ª rodada, em 20 de julho, quando o Goiás ficou no 0 a 0 com o Sport, no Serra Dourada. Na ocasião, uma bomba foi arremessada em campo por parte da torcida do Goiás, como relatou na súmula o árbitro Péricles Bassols.

"Aos 31 minutos do segundo tempo, a partida foi paralisada por ter estourado uma bomba artesanal na arquibancada junto à torcida do Goiás, sendo comunicado ao delegado do jogo e ao comandante do policiamento o fato. O sistema de auto falantes e o placar eletrônico do estádio ratificaram a solicitação da equipe de arbitragem, de não soltarem bombas no interior do estádio", escreveu Bassols na súmula.

Como o Goiás é reincidente, o relator do caso, Wanderley Godoy, pediu punição de quatro jogos e multa de R$ 50 mil. Os auditores acompanharam o voto do relator.

O Goiás foi punido ainda no ano passado por confusões envolvendo sua torcida no Brasileirão 2013. Por isso, começou a edição desta temporada cumprindo duas perdas de mando de campo, diante de Criciúma (em Itumbiara-GO) e Botafogo (Juiz de Fora-MG).

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.