Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Luis Olivera, do River Plate, e David Silva, do Millionarios, durante a vitória dos argentinos. | Diego Haliasz / Prensa River
Luis Olivera, do River Plate, e David Silva, do Millionarios, durante a vitória dos argentinos.| Foto: Diego Haliasz / Prensa River

O Atlético pode esperar jogadas de linha de fundo e brechas defensivas de seu adversário na estreia da Pré-Libertadores. Neste domingo (15), o Millonarios largou na temporada 2017 com derrota por 1 a 0 para o River Plate, pelas quartas-de-final da Florida Cup Playoff, em Orlando, nos Estados Unidos. Confronto que deu uma pequena amostra da equipe colombiana, que enfrentará o Furacão dia 1º de fevereiro, na Arena da Baixada.

Libertadores 2017: veja como ficaram os confrontos da fase preliminar e os grupos

Leia a matéria completa

A partida marcou também a estreia do técnico argentino Miguel Ángel Russo à frente da equipe. O gol do jogo foi marcado pelo atacante Lucas Alario, logo aos três minutos. Na próxima quarta-feira (18), o Millos irá jogar contra o Barcelona, do Equador, que perdeu para o Vasco (2 a 1) no outro lado da chave. O River Plate enfrentará o São Paulo na próxima quinta-feira (19).

O Millos está fazendo pré-temporada em Orlando desde quinta-feira (12), onde faz sessões de dois treinos por dia, mas, com o foco na Pré-Libertadores, o clube está em preparação desde 5 de janeiro. Por decisão técnica, Russo não relacionou o lateral-direito Palacios e o meio-campo da seleção venezuelana Jacobo Kouffati, prováveis titulares diante do Rubro-Negro.

Avaliação

O técnico Miguel Ángel Russo terá trabalho para dar consistência tática à sua equipe, que abusa dos lances individuais e mostrou-se muito desorganizada na segunda etapa do revés para o River Plate.

O jogo

O River começou mais intenso e logo conseguiu abrir o placar, com Lucas Alario, aos três minutos, após boa trama com Driussi, ainda no meio de campo. O camisa 13 saiu na cara do gol de Vikonis e tocou na saída do arqueiro albiazul.

Atrás no marcador, o Millonarios adiantou o time e conseguiu pressionar com jogadas aéreas e arrancadas de Quinõnes, mas sem nenhuma grande chance de gol. Quando atacou, o River levou perigo e se aproveitou da maior organização tática de seu meio de campo, mais objetivo.

No segundo tempo, o Millos substituiu o time inteiro e o River Plate fez oito modificações. O jogo caiu de intensidade e a equipe argentina seguiu administrando o placar, com alguns ataques eventuais e chutes do centroavante uruguaio Rodrigo Mora. Por parte do clube colombiano, embora o atacante Mosquera tenha se movimentado bem, a produção foi baixa e o placar mínimo permaneceu até o fim.

Como atua

O técnico Miguel Ángel Russo monta a sua equipe no tradicional 4-3-3, com o atacante Arango centralizado, como referência, e dois pontas abertos. Cabe ao meio-campista Eliser Quinõnes a condução das ações ofensivas do clube de Bogotá. No segundo tempo, com a equipe completamente modificada, coube a Oscar Barreto a organização do ataque do Millos.

Ponto fraco

GREGG NEWTON/AFP

O miolo de zaga, formada por Cadavid e Franco, é lento e marca em linha. O lateral-esquerdo Machado avança e marca pouco – e, quando marca, vai mal. O goleiro Vikonis não mostrou intimidade com a bola nos pés. Diaz (foto) apoia pouco na direita. Quando atacado, o Millos deixa jogar, sem conseguir combater antes do meio de campo.

Ponto forte

Tecnicamente, o meio de campo do time colombiano é bom. Um pouco mais adiantado, pela ponta-esquerda, Eliser Quinõnes é veloz e parte para o confronto individual, sempre em direção à linha de fundo. Airon Del Valle abre pela direita e auxilia na recomposição das linhas defensivas. O habilidoso Dairon Asprilla (filho de Faustino Asprilla, ex-atacante da seleção da Colômbia e do Palmeiras) faz a ligação com os dois pontas e qualifica a saída de bola, além de chegar para finalizar.

Destaque

GREGG NEWTON/AFP

O atacante Arango (foto) é a referência ofensiva do time de Russo e demonstrou ter capacidade técnica acima da média. Além de fazer o pivô para os armadores mais avançados. Sai da área para tabelar e finaliza bem de longa distância.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]