Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Além de homenagear Cristóvão Borges, Autuori também falou sobre Pivetti (ao lado na foto): “é um segundo treinador”, garante. | Antônio More/Gazeta do Povo
Além de homenagear Cristóvão Borges, Autuori também falou sobre Pivetti (ao lado na foto): “é um segundo treinador”, garante.| Foto: Antônio More/Gazeta do Povo

Há pouco mais de duas semanas no comando do Atlético, Paulo Autuori fez questão de dedicar a vitória sobre o Flamengo por 1 a 0 e a classificação para a final da Primeira Liga ao seu antecessor, Cristóvão Borges. O treinador lembrou que o trabalho feito no CT do Caju é resultado de uma continuidade.

Marcos Guilherme reclama de pedradas e violência em protesto de torcedores do Atlético

Leia a matéria completa

“O trabalho no Atlético não depende do treinador. Eu gostaria de dedicar essa vitória ao Cristóvão, é sempre difícil não poder terminar o trabalho”, lembrou Autuori .

Satifeito com o desempenho do time em Juiz de Fora, o comandante ressaltou ainda o trabalho feito na base do clube e o papel do auxiliar Bruno Pivetti, que atuou como técnico interino antes da chegada do comandante rubro-negro.

“Eu só venho abrir caminho para o excelente trabalho formado e desenvolvido na formação do clube e para rentabilizar esse trabalho”, garantiu. “Quero também mandar um abraço para o Bruno, e parabenizá-lo. Aqui não existe assistente. É um segundo treinador”, elogiou o finalista da Primeira Liga.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]