Cryzan voltará a fazer parte do elenco atleticano em 2017 | Albari Rosa/Gazeta do Povo
Cryzan voltará a fazer parte do elenco atleticano em 2017| Foto: Albari Rosa/Gazeta do Povo

O Atlético tem uma longa lista de atletas emprestados e alguns deles podem voltar a vestir a camisa rubro-negra no ano que vem. Veja abaixo o provável destino dos principais jogadores emprestados pelo Furacão.

Zagueiros

Léo Pereira (20 anos) – contrato até janeiro de 2019
Zagueiro Léo PereiraAlbari Rosa/Gazeta do Povo

Formado no CT do Caju e com diversas convocações para seleções de base, não se tornou o jogador que o clube esperava. Emprestado ao Náutico nesta temporada, fez apenas cinco partidas pelo Timbu na Série B. Será emprestado novamente em 2017. Um possível destino é o Orlando City, equipe americana parceira do Furacão.

Ricardo Silva (24 anos) – contrato até dezembro de 2017

O potiguar foi reserva do Atlético-GO, campeão da Segunda Divisão nesta temporada. Foram 16 jogos pelo Dragão. Deve continuar no time de Goiânia, por empréstimo.

LEIA MAIS: Por Marcos Guilherme, Santos oferece ‘atacante de Libertadores’ para o Atlético

Laterais

Roberto (25 anos) – contrato até dezembro de 2017

Fez 12 jogos, com um gol marcado, pelo Santa Cruz, rebaixado na Série A de 2016. Nos poucos jogos que fez pelo Atlético também não convenceu. Não vai permanecer no CT do Caju.

Eduardo (29 anos) – contrato até dezembro de 2017

Emprestado ao Bahia em julho, o lateral foi titular na campanha do acesso à Primeira Divisão. Foram 20 jogos e uma assistência no período em Salvador. O retorno ao Atlético vai depender de uma análise mais detalhada da comissão técnica. A permanência ou não de Léo no elenco rubro-negro é um fator que pesa na decisão.

Meias

Vinícius (25 anos) – contrato até dezembro de 2018
Meia Vinícius Aniele Nascimento/Gazeta do Povo

Apresentado como reforço de peso no início do ano, Vinícius não deslanchou no Atlético e acabou emprestado ao Náutico em agosto. No Timbu, fez 16 partidas, marcou cinco gols e deu uma assistência, mas não conseguiu colocar o clube na Série A. O retorno é improvável, apesar de o presidente do Furacão já ter deixado as portas abertas. Na visão da diretoria, o comportamento extracampo do jogador é o grande problema. O atleta sempre negou as idas à noite.

Gustavo Marmentini ( 22 anos) – contrato até dezembro de 2018

Jogou a Série B pelo rebaixado Sampaio Corrêa. Fez 16 jogos, marcou dois gols e deu uma assistência. Seu destino em 2017, pelo menos no primeiro semestre, deve ser o Oeste, por empréstimo.

Bady (27 anos) – contrato até abril de 2017

Tem pouca chance de ficar no elenco no ano que vem. Em 2016, emprestado ao Figueirense, marcou dois gols em 23 jogos. A tendência é que seja emprestado para jogar o Estadual e depois saia em fim de contrato.

Atacantes

Edigar Junio (25 anos) – contrato até junho de 2018
Atacante Edigar JunioWill Vieira/ecbahia.com

Destaque do Joinville na campanha do acesso à elite em 2014, o atacante não teve sucesso em seu retorno ao Furacão no ano seguinte e acabou emprestado ao Bahia nesta temporada. De volta à Série B, o jogador voltou a acumular boas atuações. Fez 27 jogos, com oito gols, além de duas assistências. Como tem contrato longo com o Atlético, cabe à comissão técnica decidir se vai aproveitá-lo. Caso contrário, deve permanecer no Tricolor baiano.

Cryzan (20 anos) – contrato até dezembro de 2018

O atacante voltará a fazer parte do elenco atleticano no ano que vem. O jogador é uma aposta da diretoria para dar mais opções de ataque ao técnico Paulo Autuori. Emprestado ao Oeste em junho, o avante de 1,90 m marcou três vezes em 27 partidas. Para se firmar, no entanto, terá de superar um histórico de polêmicas e reatar com a torcida

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]