Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 | Hugo Harada/Gazeta do Povo
| Foto: Hugo Harada/Gazeta do Povo

O atacante Walter ainda não está satisfeito com seu peso, nem com seu desempenho neste ano. Após o empate por um a um com o Vitória, o atacante do Atlético lamentou a temporada difícil. O jogador atuou como meia no lugar de Vinicius, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Ele ainda brincou com sua substituição no segundo tempo.

TABELA: veja a classificação da Série A

Marcado pela torcida do Atlético, Dagoberto joga mal e se irrita

Leia a matéria completa

“Quando eu ia me esquentar no segundo, Paulo me tirou. Não fiquei chateado porque o Paulo é nosso comandante. Aprendi muito com ele. Se ele me tirar no intervalo vou entender ele”, disse.

Segundo ele, quando André Lima joga, ele recua para fazer um papel de armador. “É uma posição que estou gostando. Jogando no ataque já saio bastante. Não são dois atacantes, eu jogo de meia. Mas graças as deus eu tenho qualidade do passe longo, facilidade para deixar meus companheiros na cara do gol”, mencionou.

Sobre não estar em um bom momento, Walter admite a dificuldade. De acordo com ele, 2016 tem sido uma prova grande em sua carreira.

“Esse ano tem sido difícil. É uma prova que estou passando. Muita gente fala que quando eu estava acima do peso jogava melhor e agora futebol começou cair. Tento fazer meu melhor sempre. Meu rendimento está muito longe do ano passado, mas tenho paciência, estou calmo”, disse.

O atacante disse ainda que é preciso perder mais peso para seguir na função de meia e melhorar seu desempenho. “Estou focado para isso. Isso que a diretoria quer também, mas não é fácil, é muito difícil”, revelou.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]