| /
| Foto: /

O presidente do Coritiba , Rogério Bacellar, desmentiu a versão da Federação Paranaense de Futebol (FPF) de que o clássico Atletiba, neste domingo (19), não ocorreu por que os repórteres da transmissão independente não estavam credenciados.

Carneiro Neto comenta triste episódio da Arena; ouça

Leia a matéria completa

Segundo o advogado da FPF, Emerson Fukushima, o árbitro Paulo Roberto Alves Júnior não iniciou a partida na Arena da Baixada pois haviam repórteres não credenciados dentro do gramado.

“Os dois times falaram que transmitiram [o jogo] do lado de fora e a Federação falou que não haveria o jogo da mesma forma. Não é plausível essa justificativa da Federação.”, disparou Bacellar em entrevista à rádio Banda B.

O cartola também acusou que a Federação de negligência por não ter informado que o credenciamento dos profissionais da transmissão feita por Coritiba e Atlético no Youtube poderiam acarretar problemas.

“Todos estavam sabendo dessa transmissão nossa há pelo menos 15 dias. Tanto na imprensa de Curitiba como no Brasil inteiro. Em nenhum momento a FPF avisou alguma coisa. A Federação quis mostrar sua força prejudicando toda a torcida de Atlético e Coritiba. 25 mil pessoas que estavam no estádio, mais os que estavam acompanhando a transmissão. Isso é uma falta de respeito”, disparou.

Confira a nota na íntegra divulgada pelo clube em seu site oficial:

“O Coritiba Foot Ball Club e o Clube Atlético Paranaense informam que o clássico deste domingo (19), no Estádio Atlético Paranaense, não foi realizado devido à decisão da Federação Paranaense de Futebol de não autorizar o início da partida com a transmissão dos clubes em seus canais oficiais, no Facebook e YouTube, contrariando os interesses de seus afiliados CAP e CFC.

Os clubes lembram que a ação pioneira foi realizada, pois as duas equipes não venderam os direitos de transmissão de seus jogos no Campeonato Paranaense, por não concordarem com os valores oferecidos.

Diante da posição arbitrária e sem qualquer razoabilidade da Federação Paranaense de Futebol, os clubes lamentam o prejuízo causado ao futebol paranaense, em especial aos seus torcedores”.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]