Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
 | Antônio More / Gazeta do Povo/Antônio More / Gazeta do Povo
| Foto: Antônio More / Gazeta do Povo/Antônio More / Gazeta do Povo

A Secretaria Municipal da Defesa Social repetirá no Atletiba da final o esquema de segurança “Balada Protegida”, ato realizado frequentemente nas imediações e dentro das casas noturnas de Curitiba. O segundo jogo da decisão do Paranaense entre Coritiba e Atlético será no domingo (7), às 16h, no Couto Pereira.

Atletiba: saiba detalhes da guerra de facções que acabou em tiro; vídeos

Leia a matéria completa

A megaoperação será realizada devido à violência nos últimos clássicos. No domingo (30), horas antes da vitória coxa-branca por 3 a 0 na Arena da Baixada, um torcedor do Coritiba foi baleado. Ele estava dentro de um ônibus próximo ao Terminal do Boqueirão e foi atacado por um grupo de atleticanos. No Atletiba da primeira fase, Leonardo Henrique da Rocha Brandão, 17 anos, foi morto por um tiro acidental de um policial militar durante a escolta de torcedores do Coxa até o estádio.

A diferença da operação para as demais realizadas em jogos de futebol é a unificação de diversos órgãos. Em reunião, realizada nesta quarta-feira (3), entre Secretaria, Polícia Militar, Polícia Civil, Guarda Municipal, SETRAN, Procuradoria Geral do Munícipio, representantes do Coritiba e do CONSEG Juvevê ficou definido o nome “Balada Protegida da Final”. A Prefeitura também promete intensificar a fiscalização com estacionamentos irregulares e comércio de ambulantes.

“O patrulhamento estará presente a partir das primeiras horas da manhã em toda a cidade, principalmente em terminais, linhas de ônibus e estações tubo para evitar confrontos entre rivais”, garante Carlos Celso Dos Santos Junior, chefe de operações da Guarda Municipal. Por motivos de segurança, não é divulgado o número do efetivo.

No último domingo (30), os torcedores do Coritiba puderam transitar pelo terminais até às 13h, enquanto os atleticanos circularam a partir das 13h30. A tendência é que o sistema seja mantido, mas com a ordem das torcidas invertidas.

Porém, o 12º Batalhão da PM só divulgará o sistema de segurança para informar escolta de torcedores organizados e demais detalhes nesta quinta-feira (4), assim como o Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran), que irá informar quais serão os pontos interditados nas ruas do Alto da Glória no dia da partida.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]