i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
paranaense

Em jogo do polêmicas, Coxa vence Paranavaí por 3 a 1

ACP teve gol invalidado e juiz mandou Vermelhinho repetir cobrança de pênalti contra o Coxa. Goleada do Cianorte no Rio Branco tira liderança alviverde

  • Porfernando rudnick
  • 01/02/2012 20:53
Marcel comemora o primeiro gol da vitória do Coxa sobre o Paranavaí | Ediglei Feitosa / Diário do Noroeste
Marcel comemora o primeiro gol da vitória do Coxa sobre o Paranavaí| Foto: Ediglei Feitosa / Diário do Noroeste

Em um jogo cheio de polêmicas na noite desta quarta-feira (1º), o Coritiba bateu o Paranavaí por 3 a 1, fora de casa, e chegou à quarta vitória consecutiva no Campeonato Paranaense. Só que mesmo com o triunfo - o 31ª consecutivo no Estadual -, o Alviverde não é mais o líder do campeonato. Tudo por causa do Cianorte, que goleou o Rio Branco por 7 a 1 e tem um gol a mais do que o Coxa no saldo.

Após Marcel abrir o placar para o Alviverde aos 22 minutos do primeiro tempo, o Vermelhinho poderia ter empatado no primeiro minuto da etapa final. Mas que o árbitro Antônio Denival de Morais não validou um gol contra o goleiro Vanderlei, que puxou a bola para dentro da própria meta depois de fazer uma defesa.

Quando a partida já estava 2 a 0 para os visitantes - Willian havia ampliado - outro lance polêmico. Rafael Santos precisou cobrar duas vezes o pênalti para diminuir o marcador. No fim do duelo, Renan Oliveira ainda fez o terceiro gol do Coritiba e fechou o placar.

No próximo sábado (4), às 17h, o Coritiba enfrenta o Arapongas, no Couto Pereira. No mesmo dia e horário, o ACP encara o Corinthians, em Curitiba.

O jogo

Mantendo o rodízio de jogadores no início da temporada, Marcelo Oliveira escalou o Coxa com três mudanças para enfrentar o Paranavaí. Pereira retornou à zaga, no lugar de Demerson, e Renan Oliveira e Jackson entraram nos lugares de Lincoln e Jackson.

Apesar do calor de 30 graus no Interior, a partida começou movimentada, com muita correria. E na base da empolgação, Rafael Santos teve a primeira chance da partida. O atacante bateu de longe e o goleiro Vanderlei, revelado pelo próprio ACP, quase aceitou.

Dois minutos depois, foi o Alviverde quem ameaçou. Davi tocou de calcanhar e Marcelo bateu rasteiro, raspando à trave de Serginho.

Enquanto os donos da casa praticamente só arriscavam com chutes de longa distância, o Coritiba chegou ao seu gol em uma jogada que nasceu de um escanteio cobrado por Tcheco. Pereira cabeceou e Marcel completou para o gol depois do rebote do goleiro, aos

No fim da etapa o ACP ainda quase empatou com Tatico, que cobrou falta de longe e viu a bola triscar a trave da meta alviverde.

O atacante Leonardo foi a novidade do Coxa no início do segundo tempo, no lugar de Marcel, que ainda está longe do condicionamento físico ideal. Mas não foi ele quem protagonizou o primeiro lance polêmico do duelo.

Logo no primeiro minuto, confusão na pequena área do Coxa após uma longa cobrança de lateral. Vanderlei saiu mal, a bola foi desviada, mas o goleiro se recuperou e impediu que a bola cruzasse a linha. Porém, na sequência da defesa, arqueiro puxou a pelota para seu peito, que estava dentro do gol. Mesmo depois de muita reclamação, o árbitro Antônio Denival de Morais não validou o gol, indignando a torcida local.

Após o lance, o Vermelhinho até que ensaiou uma pressão, mas foi o Coxa quem marcou. Aos 21', Willian bateu forte de dentro da grande área e comemorou, achando que a partida estava definida.

Aos 30', porém, o jogo pegou fogo. Lucas Mendes cometeu pênalti em Hesdras. Na primeira cobrança, Vanderlei pegou, mas o árbitro apontou que o arqueiro avançou antes da batida. Na segunda batida Rafael Santos mudou o canto e diminuiu.

O duelo esquentou tanto que em apenas seis minutos o juiz, que até então não havia aplicado nenhum cartão, mostrou quatro advertências.

Entretanto, por pressionar tanto, o ACP deixou espaços e Renan Oliveira marcou o gol derradeiro do Coritiba, aos 48', após cruzamento de Geraldo, decretando a quarta vitória consecutiva do Alviverde no Estadual. Com o resultado o Coritiba aumentou sua invencibilidade no Estadual para 37 partidas.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.