Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Coritiba tem sequência de partidas complicadas. | Albari Rosa/Gazeta do Povo
Coritiba tem sequência de partidas complicadas.| Foto: Albari Rosa/Gazeta do Povo

O empate em casa frente ao Figueirense, na última quarta-feira (12), encerrou uma sequência de três duelos do Coritiba contra equipes da parte de baixo da tabela do Brasileiro. E o saldo não foi positivo. Foram apenas quatro pontos conquistados: além do empate com o Figueira, perdeu para o Inter e venceu o lanterna América.

TABELA: Veja como está a classificação da Série A

E as ‘molezas’ acabaram para a equipe do Alto da Glória, que terá seis duelos complicados em sequência: quatro contra equipes da Série A que brigam por título ou vaga na Libertadores, além de dois duelos mata-mata na Copa Sul-Americana.

LEIA MAIS: Carpegiani lamenta empate do Coritiba e projeta Atletiba: “Obrigação de vencer”

O primeiro desafio é o clássico Atletiba do próximo domingo (16), na Vila Capanema. Depois o Atlético Nacional (atual campeão da Libertadores), seguido por Fluminense (quinto colocado do Brasileiro), novamente o rival colombiano, Botafogo (sétimo colocado) e Atlético Mineiro (terceiro colocado).

O calendário coxa-branca

16/10 - Atlético x Coritiba

19/10 - Coritiba x Atlético Nacional (Copa Sul-Americana)

23/10 - Coritiba x Fluminense

26/10 - Atlético Nacional x Coritiba (Copa Sul-Americana)

29/10 - Botafogo x Coritiba

6/11 - Coritiba x Atlético-MG

Mesmo com os duelos complicados pela frente, o técnico Paulo César Carpegiani se mostra confiante e diz que o estilo de jogo desses rivais combina com a forma do Coritiba de atuar. “Contra uma equipe que está na parte de cima da tabela talvez tenhamos uma condição melhor, com as duas equipes buscando o jogo, pois temos uma equipe técnica, que sempre busca o gol”, ameniza o treinador.

Desde que iniciou seu trabalho no Coritiba, Carpegiani teve cinco duelos contra equipes que estão no top 10 do Brasileirão. Foram duas vitórias (Santos e Grêmio), um empate (Corinthians) e duas derrotas (Chapecoense e Palmeiras), com um aproveitamento de 46,6% dos pontos ganhos.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]