Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
 | Daniel Castellano/Gazeta do Povo
| Foto: Daniel Castellano/Gazeta do Povo

Paulo César Carpegiani não é mais o técnico do Coritiba. Após longo suspense durante esta segunda-feira de carnaval (27), a diretoria alviverde optou pelo fim do vínculo do treinador. O experiente técnico chegou a treinar a equipe durante a tarde no CT da Graciosa, visando o clássico Atletiba de quarta-feira (1.º), antes de ter a saída do clube confirmada. Nomes como os de Marcelo Oliveira, Levir Culpi e Jorginho são cotados no Alto da Glória.

Atlético, Coritiba e Paraná se reunem com prefeitura para viabilizar ‘Arena Trio de Ferro’

Leia a matéria completa

Atlético e Coritiba estão unidos pela Arena Atletiba, falta convencer as torcidas

Leia a matéria completa

O início irregular do Coxa em 2017 pesou para a ação da cúpula liderada pelo presidente Rogério Bacellar. Carpegiani treinou o time em seis partidas, quatro delas pelo Campeonato Paranaense e outras duas pela Copa do Brasil, onde acabou precocemente eliminado na segunda fase pelo modesto Asa de Arapiraca, em pleno Couto Pereira.

Antes, havia superado na fase inicial do mata-mata nacional o Vitória da Conquista-BA, com empate por 1 a 1 fora de casa, obtido com gol do zagueiro Werley aos 33 minutos do segundo tempo. Já no Estadual, foram duas vitórias, um empate e uma derrota. Início de ano com oscilações que contrasta com o trabalho feito por Carpegiani em 2016.

Contratado em agosto do ano passado, o veterano comandante foi fundamental para o Coxa escapar do rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Na Série A, obteve 48% de aproveitamento — nove vitórias, oito empates e sete derrotas. O time terminou na 15.ª posição, com 46 pontos.

Na Sul-Americana de 2016, o bom desempenho se repetiu. O Coxa foi até as quartas de final e acabou eliminado pelo Atlético Nacional-COL, atual campeão da Libertadores. Carpegiani encerra a passagem pelo Coxa com um total de 32 partidas e aproveitamento de 44,8% — onze vitórias, dez empates e onze derrotas.

Atletiba

Antes da demissão, Carpegiani fez seu último ao preparar o Coritiba para o clássico de quarta-feira (1.º) com o Atlético. A tendência é de que os auxiliares Pachequinho e Márcio Goiano comandem o time.

O Coxa pode ter a baixa do zagueiro Walisson Maia, lesionado com uma entorse no tornozelo. Caso seja vetado, Werley, que vinha jogando na lateral-direita, volta para a zaga, enquanto Thiago Lopes, Rodrigo Ramos e Dodô brigariam por vaga na lateral.

Já o meia Anderson está fora do Atletiba, pois não teve a documentação regularizada a tempo na CBF. Além destes, os volantes Alan Santos e João Paulo, lateral Willian Matheus, o meia Yan e o atacante Rildo seguem no departamento médico.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]