A nova logo dos Aranhas-Marrons: meta é brigar pelo título do Paraná Bowl VII, em 2015. | Reprodução
A nova logo dos Aranhas-Marrons: meta é brigar pelo título do Paraná Bowl VII, em 2015.| Foto: Reprodução

Recordista de rodadas na zona de rebaixamento do Brasileiro-2014 (26) e 18º colocado, o Coritiba estaria em situação pior se não fosse o bom relacionamento entre seus jogadores. Essa é a leitura do capitão Alex, e uma das principais armas do Coxa para a difícil missão de somar pontos contra o Corinthians, neste sábado (1), no Itaquerão.

"O vestiário tem um bom ambiente e isso faz com que a gente ainda mantenha as esperanças. Caso nós tivéssemos uma situação diferente em termo de ambiente, com certeza a situação seria pior", disse Alex, nesta sexta-feira (31), antes do embarque para São Paulo.

Para o torcedor, o "grupo fechado" ficou mais evidente nas manifestações contra o atraso de salários. Em setembro, antes de expor no Instagram a insatisfação em nome de todo o elenco, Zé Love recebeu a "benção" de Alex no Twitter. O capitão disse que apoiava a posição do companheiro.

No Atletiba de 4 de outubro, o time inteiro entrou com uma faixa reclamando do atraso salarial e culpando o presidente Vilson Ribeiro de Andrade pela falta de pagamento. O débito foi quitado na semana passada.

Levar para dentro de campo essa união permitirá a Alex ter mais uma boa "última lembrança" da sua carreira. Jogador e ídolo do Palmeiras entre 1997 e 2001, ele esteve em campo em alguns dos mais marcantes clássicos contra o Corinthians. Pelas Libertadores de 1999 (quartas de final) e 2000 (semifinal), ambos vencidos pelo Palmeiras. E último encontro será no sonhado estádio próprio do Timão.

"Eu, que joguei em São Paulo durante quatro anos, sei a força que o Corinthians possuía, seja jogando no Morumbi ou no Pacaembu. Você imagina agora jogando dentro do seu próprio estádio", afirmou. "Vai ser a minha única participação como jogador de futebol e também, a cada rodada que passa, é um final de semana que diminui nessa minha despedida. Por isso vai ser diferente", disse o camisa 10.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]