Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Vinícius já passou pelo drama do rebaixamento com o Palmeiras, em 2012. | Antônio More/Gazeta do Povo
Vinícius já passou pelo drama do rebaixamento com o Palmeiras, em 2012.| Foto: Antônio More/Gazeta do Povo

O Coritiba entrará em campo no domingo (20), no Couto Pereira, vendo do lado adversário uma situação que o Alviverde conhece bem nos últimos anos: o desespero para fugir do rebaixamento. Se no caso do Coxa essa aflição nos últimos quatro anos ocorreu no Brasileiro, para o Maringá o problema é a possível queda no Paranaense.

Com nove pontos, o time do interior é o 10.º colocado, na beira da ZR, com a mesma pontuação que o Cascavel – hoje o primeiro que cairia e que na última rodada enfrenta o Rio Branco, em casa. O lanterna Operário tem um ponto a menos e recebe o Foz do Iguaçu.

CLASSIFICAÇÃO: veja como está a tabela do Paranaense

PRÉVIA DA RODADA: Quem se classifica? Quem vai cair? Veja os palpites da Gazeta

“É complicado porque é o jogo da vida deles e qualquer erro da nossa parte pode ser fatal. Então tem de redobrar a atenção, dobrar a marcação, porque não pode dar sopa para o azar”, explica o goleiro Elisson, que substituirá o lesionado Wilson.

Quem já viveu essa situação de preocupação com o rebaixamento, mas não no Coritiba, foi o atacante Vinícius. Provável titular no domingo no lugar de Negueba, o atacante viu de perto o desespero do Palmeiras em 2012 com a queda para a Série B.

“É uma situação horrível brigar para não cair. Não consegue implantar alegria no treino. Ninguém merece”, admite o atacante. “Normalmente o time vem jogar contra o Coritiba muito motivado, então já é uma partida difícil. Quando se trata de uma situação dessas de uma outra equipe poder ser rebaixada, a nossa concentração tem de ser maior ainda”, resume Vinícius.

Com a possibilidade de ainda terminar na segunda posição na primeira fase do Paranaense, o técnico Gilson Kleina já avisou que colocará a força máxima em campo. Assim, o Coxa deve entrar em campo com: Elisson, Ceará (Reginaldo), Luccas Claro, Walisson Maia e Carlinhos; João Paulo, Alan Santos, Dudu e Juan; Vinícius e Kléber (Ortega).

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]