Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Esportes
  3. Futebol
  4. Coritiba
  5. Especiais
  6. Eternos campeões
  7. Ninho: pela pátria e pelo Coritiba

Eternos Campeões

Ninho: pela pátria e pelo Coritiba

  • Gazeta do Povo
Ninho, centromédio |
Ninho, centromédio
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Campeão estadual de 1927 e 1933 pelo Coritiba, Ninho jogou na seleção paranaense de 1921 a 1928, ano em que o estado sagrou-se vice-campeão brasileiro. Convidado para jogar na Alemanha e defender a seleção germânica, ele recusou, alegando tê-lo feito por amor à sua pátria e ao Coritiba, cujas cores defendeu por mais de 15 anos.

Ninho foi tão importante para a história do Coritiba, que o hino do clube, em 1927, tinha uma estrofe dedicada exclusivamente a ele: "No caminho, em toda a parte, grande Ninho, és o baluarte, conduzindo, para fama eril, o valor do center-half do Brasil!". O hino foi modificado anos depois, mas, na memória daqueles que o viram em ação, permaneceu viva a lembrança do ídolo.

A história completa da passagem de Ninho pelo Coritiba, juntamente com as de outros 139 atletas, estará no livro Eternos Campeões, de autoria do Grupo Helênicos, que será lançado no próximo dia 31, às 19h, no Museu Oscar Niemeyer. Para mais informações, acesse o site www.eternoscampeoes.com.br.

Ficha- Nome: Juan Luís Bermudes.- Nascimento: São Paulo-SP, 02/03/1903.- Posição: Centromédio.- Período em que atuou no Coritiba: 1921 a 1935; 1938.- Títulos pelo Coritiba: Campeão paranaense em 1927 e 1933.

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE