Vitória no Atletiba garantiu uma semana de paz ao Coritiba e diminuiu a pressão sobre o técnico Gilson Kleina. | Antônio More/Gazeta do Povo
Vitória no Atletiba garantiu uma semana de paz ao Coritiba e diminuiu a pressão sobre o técnico Gilson Kleina.| Foto: Antônio More/Gazeta do Povo

O Coritiba teve a semana dos sonhos para se preparar para o jogo contra o Maringá, no domingo, no Couto Pereira, que encerra a participação alviverde na primeira fase do Paranaense. Após a vitória convincente por 2 a 0 no Atletiba do dia 20, em plena Arena da Baixada, o Alviverde viu dissipar a pressão em cima do técnico Gilson Kleina e do elenco.

“Se você perde um clássico, com o peso de um Atletiba, o clima tende a ficar meio pesado, meio chato. No trabalho a rapaziada não fica tão alegre porque fica muito braba por ter perdido o jogo. Ganhando uma partida, o clima fica mais tranquilo. Ganhando um clássico, você imagina...”, afirma o atacante Vinícius.

O jogador está ainda mais animado essa semana porque deve ser titular no jogo de domingo, contra o Maringá, com a suspensão do atacante Negueba. Porém, Vinícius já alerta que as características dele e do titular são diferentes.

Quem se classifica? Quem vai cair? Veja os palpites para a última rodada

Leia a matéria completa

“O Negueba é um cara que volta muito para marcar. Eu também volto, mas não tenho tanto costume como ele. Ele é mais magro e dribla muito mais do que eu, é mais habilidoso. Eu venho mais de traz com a bola trabalhada”, lembra Vinícuis. “Acho que o Negueba tem um pulmão a mais do que eu”, brinca, mostrando o clima dessa semana no CT da Graciosa.

O ambiente bom também foi destacado pelo goleiro Elisson. “A vitória traz paz, tranquilidade. Dá tempo de nós trabalharmos com calma”, ressalta o arqueiro coxa-branca. Titular com a ausência de Wilson, lesionado, o goleiro não se importa nem de passar o aniversário de 29 anos, no sábado (26), e o domingo de Páscoa concentrado para essa partida.

“É agradecer mais uma vez pela oportunidade”, resume Elisson, sempre sorrindo, como o restante do elenco. Elisson já tinha sido titular esse ano contra o Avaí, pela Primeira Liga, em uma partida que o Coxa já estava eliminado e colocou o time reserva em campo.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]