164911

Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Esportes
  3. Futebol
  4. Herói do título, goleiro baixinho do Toledo vira “Santo André”

paranaense

Herói do título, goleiro baixinho do Toledo vira “Santo André”

  • Fernando Rudnick
 | Albari Rosa/Gazeta do Povo
Albari Rosa/Gazeta do Povo
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Herói do título do Toledo na Taça Barcímio Júnior – o primeiro turno do Paranaense 2019 –, o goleiro André Luiz foi o jogador mais ovacionado pela torcida do Porco no Couto Pereira.

Do segundo lance das arquibancadas dos visitantes, a mãe do arqueiro de 22 anos gritava ‘te amo’, sem parar, enquanto o filho se aproximava do fosso para comemorar a improvável conquista, que acabara de ser levantada no centro do gramado.

Sob coro de “É, Santo André...”, o responsável por duas defesas de pênalti respondia: “Também te amo, mãe”.

Natural de Laranjeiras do Sul, a menos de 200 km de Toledo, André Luiz é filho da persistência. Considerado baixo para a posição, ele é daqueles que ganha alguns centímetros na papeleta oficial ao vestir as chuteiras.

>>>CARNEIRO NETO: Coritiba tinha obrigação de vencer, mas perdeu da forma mais trágica possível

A dúvida, contudo, acabou neste domingo (24). “Muitos não acreditavam em nós, não acreditavam em mim, por ser baixo (1,79 m), por ter baixa estatura para um goleiro. Mas esse é um tabu que precisa ser quebrado”, afirma o ágil camisa 1.

Não foi só na decisão – André também fez defesas complicadas nos 90 minutos –, o goleiro, tido como a joia do clube, carrega fama de milagreiro em toda a campanha no Estadual.

“É Santo André, sim”, confirma o zagueiro e capitão Fandinho. “Pelo amor de Deus. Não foi só o que ele fez hoje [domingo], mas no decorrer do campeonato também. Em pelo menos quatro jogos que empatamos ele jogou muito. Pega o DVD pra ver, ele fechou o gol, tem cada milagre que nem a gente acreditou”.

“Por ser baixo, ele tem um tempo de bola extremamente preciso. Ele se sobrepõe na qualidade”, elogia o defensor.

Nos instantes antes do início das cobranças, o próprio Wilson, ídolo do Coxa, deu moral para o mais novo santo toledense. E nem o camisa 84 conseguiu marcar – isolou à lá Roberto Baggio.

“Tenho um carinho muito grande por ele. É sensacional como pessoa e, como profissional, acho a personalidade dele incrível. E quando estava vindo para as cobranças me elogiou, deu parabéns, um carinho muito grande”, conta André, que não soube explicar a estratégia para parar Igor Jesus e Juan Alano.

O baixinho mostrou que a altura poder ficar em segundo plano. “Confiei em Deus. Só confiei”.

Futuro

André Luiz tem contrato com o Toledo até dezembro de 2020, mas não espere que o arqueiro permaneça no Toledo após o Paranaense. Há quatro anos no clube, ele já está na mira de times da Série B. No mínimo, garante o presidente do Porco, Carlos Dulaba.

“Ele já está sendo bem procurado. Só precisa pôr para jogar. Tenho certeza que o diferencial ele fará dentro de campo”, diz.

“Quatro, cinco times da Série B estão atrás dele e também um da Série A. É mérito do trabalho dele. O melhor para ele é o que o Toledo quer”, fala.

***

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O jornalismo da Gazeta depende do seu apoio.    

Por apenas R$ 0,99 no 1º mês você tem
  • Acesso ilimitado
  • Notificações das principais notícias
  • Newsletter com os fatos e análises
  • O melhor time de colunistas do Brasil
  • Vídeos, infográficos e podcasts.
Já é assinante? Clique aqui.
>