Contra o Luverdense, Paraná teve apenas 1.757 torcedores, o que fez o volante Jean cobrar a torcida. | Albari Rosa/Gazeta do Povo
Contra o Luverdense, Paraná teve apenas 1.757 torcedores, o que fez o volante Jean cobrar a torcida.| Foto: Albari Rosa/Gazeta do Povo

A vitória por 1 a 0 sobre o Luverdense, terça-feira (9), na Vila Capanema, registrou o pior público do Paraná na Série B até o momento. Apenas 1.757 torcedores compraram ingressos para assistir o triunfo paranista. O fato foi motivo de cobranças do volante Jean.

“Queria convocar os torcedores a saírem de seus sofás. A situação é difícil, mas sabemos que o torcedor é fiel. Para quem lotava o Pinheirão, a Vila Capanema fica pequena para o tamanho do Paraná. Nosso intuito é tornar nossa casa nosso lugar mais forte”, desafiou o jovem prata da casa, que tomou o terceiro amarelo no duelo com os mato-grossenses e desfalcará o Paraná na partida contra o Mogi Mirim, em casa, dia 19.

“Infelizmente tomei o cartão e estou fora. O treinador pediu para evitar cartões e tenho evitado, mas tive de matar uma jogada para evitar um contra-ataque. Mais vale a vitória do que segurar o cartão”, prossegue Jean, que realiza uma projeção bastante otimista para o futuro paranista na Série B: não apenas conquistar o acesso, como também alcançar o título do certame.

“O grupo todo fala que a meta é subir de divisão e, além disso, conquistar o título. O Paraná é isso. Estamos há oito anos na Série B, mas é um clube grande, que tem pressão, que tem torcida”, afirma o volante.

“Nosso objetivo segue sendo o acesso, não poderia ser diferente”, corrobora o volante Ricardinho que, diante do Luverdense, atuou improvisado na lateral direita, na vaga que até então era de Danilo Baia.

“É uma vitória que nos dá confiança para perseguir estes objetivos. A sequência de derrotas trouxe certa apatia para o time, que estava errando e baixando a cabeça. Temos de engatar uma sequência positiva de vitórias para dar mais tranquilidade para todo mundo”, completa Ricardinho.

Antes do Luverdense, o Paraná teve públicos tímidos nas rodadas anteriores. Foram 2.679 pagantes na estreia, contra o Ceará, 3.336 pagantes contra o Boa Esporte, na terceira rodada e 3.220 pagantes contra o Botafogo, pela quinta rodada.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]