Roberto Barros, Sebastião Correa Paz e Malon Kleber  com os ingressos: trio  aguardou oito horas na fila. | Henry Milleo/Gazeta
Roberto Barros, Sebastião Correa Paz e Malon Kleber com os ingressos: trio aguardou oito horas na fila.| Foto: Henry Milleo/Gazeta

A expectativa de quem ainda busca um ingresso para o UFC 198, no dia 14 de maio, na Arena da Baixada, contrasta com a alegria dos que conseguiram adquirir as entradas.

Com sistema travado, ingresso mais barato do UFC Curitiba fica 400% mais caro em site de revenda

Leia a matéria completa

A venda para o público em geral começou às 10 horas desta quarta-feira (30) e a carga de cerca de 20 mil ingressos que não foi vendida na pré-venda, exclusiva para sócios do Atlético, deve ser esgotada ainda nesta quarta. Entretanto, um problema no sistema de vendas de tíquetes causou muita correria e fila nos locais de venda e na internet nesta quarta.

A fila começou a se formar em frente ao Shopping Estação, um dos pontos de venda, ainda de madrugada, e os amigos Sebastião Correa Paz, Roberto Barros e Marlon Kleber se revezaram na espera das 4 horas da manhã até meio-dia para comprar os ingressos.

Professor de ensino médio, Sebastião é fã do UFC desde que as lutas começaram a ser transmitidas pela televisão, em 2011. O educador, que se mudou da Ilha de Marajó, no Pará, para Curitiba há pouco mais de um ano, afirma que não imaginava que um dia iria a um evento desse porte.

“Sou do Norte e nunca pensei em ver o UFC de perto. Não tenho nem palavras para expressar minha felicidade. Conseguimos os quatro ingressos um do lado do outro”, celebrou, já que a esposa de Sebastião, Auricilene Coelho, se juntará ao trio na Arena.

Vítor Belfort oferece ingressos do UFC ao juiz Sergio Moro: “Orgulho lutar na terra dele”

Leia a matéria completa

Outro que não escondia a felicidade era o vendedor Luan Botnar. O comerciante demorou cerca de quatro horas para comprar os bilhetes. Quando saiu do guichê, onde chegou às 9 horas, com as entradas em mãos, comemorou. “É cansativo ficar tanto tempo na espera mas vai valer a pena. É um grande evento, com grandes lutas”, disse.

Para o vendedor, a expectativa do UFC 198 está toda em torno dos lutadores brasileiros. “ Vamos torcer para que as coisas deem certo para os brasileiros, principalmente para o Anderson Silva e para o Fabrício Werdum, que são os dois que eu mais gosto”.

À espera

Porém, há quem ainda viva a incerteza de conseguir os ingressos. O estudante Abner Souza revela que tentou das 10 às 13 horas fazer a compra pela internet e pelo telefone do Disk Ingressos antes de ir ao shopping, mas não teve sucesso. Para o jovem, a expectativa é de conseguir comprar as entradas mais baratas, com valores de até R$ 200.

“Estou morrendo de medo de não conseguir ingresso porque são vários lugares vendendo e dificilmente vai sobrar os mais em conta”.

Souza disse que se desanimou quando foi informado de que o tempo de espera no Estação estava chegando a três horas e se mostrou irritado com a forma como foram comercializadas às entradas na pré-venda. “O que complica é que já têm pessoas vendendo ingressos na internet, que compraram como sócio a R$ 70 e agora estão vendendo por R$ 200, R$ 300”, concluiu.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]