Na ordem , da esquerda para a direita, Marcelo dos Santos, Dirceu Pinto e Eliseu dos Santos. | CPB/
Na ordem , da esquerda para a direita, Marcelo dos Santos, Dirceu Pinto e Eliseu dos Santos.| Foto: CPB/

Eliseu dos Santos, 39 anos, e Marcelo dos Santos, 43, os irmãos naturais de Telêmaco Borba, conquistaram na tarde dessa segunda-feira (12) a medalha de prata para o Brasil na competição de bocha da Paralimpíada Rio-2016, categoria BC4. Completa o time brasileiro o paulista Dirceu Pinto.

Os paranaenses disputaram a final contra a Eslováquia, formada pelo trio Robert Durkovic, Samuel Andrejcik e Michaela Balcova. Em um jogo difícil, a equipe brasileira começou abrindo 2 a 0 no placar. Porém, no segundo end os eslovacos igualaram o placa e no terceiro passaram a frente, chegando a 3 a 2. Na última parte do jogo os brasileiros não conseguiram reverter o placar, terminando 4 a 2 para a Eslováquia.

Paralimpíada: acompanhe o noticiário do dia na Rio-2016

Leia a matéria completa

No caso de Eliseu dos Santos, é a quinta medalha paralímpica do paranaense, bronze no individual e ouro nos pares em Londres-2012, além de bronze no individual e ouro nos pares nos Jogos de Pequim-2008. Devido a uma distrofia muscular, Eliseu perdeu gradativamente os movimentos dos membros superiores e conheceu a bocha aos 29 anos

Já o irmão Marcelo dos Santos conquistou a sua primeira medalha paralímpica, na sua primeira participação nos jogos, após ter sido ouro nos pares e bronze no individual nos Jogos Parapan-Americanos de Toronto 2015. Ele nasceu com distrofia muscular progressiva e iniciou na bocha em 2007, por influência do irmão e também atleta da modalidade.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]